Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Campanhas

campanhas


"Cadeira de Rodas para o ZÉ Carlos" (2011)

A Aliança de Controle do Tabagismo  lançou, em abril de 2011, uma campanha para receber doações a fim de comprar uma nova cadeira de rodas para o aposentado José Carlos Carneiro, que teve suas pernas amputadas devido a tromboangeíte obliterante, doença cuja causa é comprovadamente o tabagismo.

Ele ficou conhecido em todo o país ao ter sua imagem estampada nas primeiras advertências sanitárias dos maços de cigarros, em 2004, e virou um símbolo das campanhas antitabagismo.

Uma cadeira de rodas elétrica está em torno de R$ 7 mil. Na campanha da ACT, que continua ativa, pode-se doar qualquer valor. Nas doações acima de R$ 50,00, os doares têm direito a uma camiseta. 

Ex-trabalhador da área de segurança, aposentado por invalidez permanente aos 45 anos e recebendo um salário mínimo mensal, José Carlos fumava desde a adolescência, como acontece com 90% dos fumantes.

Em 1976, aos 30 anos, começou a sentir os pés dormentes, mas nenhum médico diagnosticou a doença. Aliás, ninguém fazia uma pergunta básica: se ele era fumante. Em 1981, finalmente teve o diagnóstico de tromboangeíte obliterante, quando  formam-se coágulos nas artérias, impedindo a circulação sanguínea e cuja causa é o tabagismo. O membro atingido passa a ter isquemia, ou seja, morte dos tecidos por falta de circulação. Por isso, José Carlos teve que amputar a perna direita.

Em 1983, a perna esquerda começou a apresentar os mesmos problemas e também teve que ser amputada.

Em 1998, José Carlos entrou com um processo contra a Souza Cruz,  empresa fabricante da marca Continental, pedindo uma indenização por danos morais e materiais. A empresa alegou que a culpa era exclusiva de José Carlos e ganhou o processo.

A Souza Cruz, que investe em ações chamadas de responsabilidade social, não reconheceu que sempre fez propaganda visando iniciar os jovens no tabagismo, como foi o caso de José Carlos, ou que nunca informou sobre os riscos do tabagismo, incluindo-se a tromboangeíte obliterante.

VÍDEO

Informações:

  • Você pode doar qualquer valor. Não há valor mínimo.

  • Doações a partir de R$ 50 têm direito a uma camiseta “Largue o Cigarro Correndo” ou “Diga Não à Propaganda de Cigarros”. Neste caso, deverá ser enviado um email para act@actbr.org.br, após a doação efetuada, informando endereço, a camiseta da sua preferência e tamanho. O custo do correio será por conta da ACT.

  • O valor de uma cadeira de rodas motorizada está em cerca de R$ 7 mil. Você será informado quando atingirmos o valor total para a compra, assim como acompanhará a divulgação da entrega da  cadeira de rodas ao José Carlos.

  • Sua doação pode ser efetivada através de:
    • Depósito em Conta Corrente:
      A favor de: Associação de Controle do Tabagismo
      Banco Itaú – Agência 0262
      Conta corrente: 74768-6
    • Boleto Bancário
    • Transferência Eletrônica: Bradesco, Itaú, Unibanco, Banco do Brasil, Banco Real, entre outros.
    • Cartões de Crédito: Visa,  MasterCard,  Diners,  Hipercard, American Express e Aura.

Para contribuir através de boleto bancário ou transferência eletrônica, clique no botão abaixo:

 

MAIS INFORMAÇÕES PELOS TELS: (21) 2255 0520 OU (11) 3284 7778

 

 

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2