Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Palácio dos Bandeirantes proíbe servidor de fumar (19/9/2007)
Fabiana Fregona

Fonte: Folha de S. Paulo - Cotidiano - 18/09/07

Quem for flagrado fumando poderá sofrer punições

Os cerca de 190 funcionários fumantes do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, podem ser punidos se flagrados fumando a partir de agora nas dependências do palácio, até mesmo nos jardins.
Ontem, o governo retirou os últimos cinzeiros dos três "fumódromos". Agora, quem trabalha ali só poderá fumar na divisa do palácio com a rua -distante alguns metros do prédio.
Trabalham 950 pessoas no prédio, das quais 20% fumam.
Segundo a diretora de Recursos Humanos da Secretaria da Casa Civil, Silvia Alessio, os servidores já sabem da proibição. Em caso de processo administrativo, o funcionário, se considerado culpado, terá uma repreensão no seu prontuário.
Uma das conseqüências é ter zerada a contagem da licença-prêmio -os três meses de folgas remuneradas que o servidor pode ter a cada cinco anos.
Silvia diz esperar não punir ninguém. A repreensão será em último caso, para reincidentes. "No processo, ele terá o direito de se defender. E será oferecida ajuda para parar de fumar."
Funcionários ouvidos pela reportagem dizem, porém, que a informações dos superiores é que vai haver, sim, punições.
Para quem quer parar de fumar, o palácio tem desde 2006 um programa de ajuda que oferece tratamento médico e psicológico. Há 45 inscritos.
O objetivo com as medidas é se enquadrar nas regras para concessão do selo de "Ambientes Livres de Tabaco", programa lançado pelo próprio governador José Serra (PSDB) no final de agosto. (ROGÉRIO PAGNAN)

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2