Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Manual para tornar ambientes de trabalho livres de fumo já está disponível na Internet (18/9/2008)
Jornal O Serrano

http://www.oserrano.com.br/mais.asp?tipo=Local&id=6350

Documento pode ser acessado gratuitamente pelo site www.actbr.org.br

 

A publicação "Ambientes de Trabalho Livres de Fumo - Manual para Tornar sua Empresa mais Produtiva, Segura e Saudável" está disponível para download gratuito na página www.actbr.org.br. Lançado pela Aliança de Controle do Tabagismo (ACT), o documento é dirigido a empresas, instituições e estabelecimentos públicos que desejam adotar uma política de ambiente de trabalho livre do fumo. A iniciativa tem o apoio mundial da Johnson & Johnson, primeira empresa a receber no Brasil o Selo Ambiente Livre do Tabaco.

 

Por meio de uma linguagem simples, objetiva e didática, o Manual orienta sobre todo o processo de planejamento, implementação e execução de uma política de ambiente de trabalho livre do fumo. "São elementos básicos para que qualquer empresa, independente do seu perfil ou setor, possa desenvolver um plano eficaz de ambiente de trabalho livre do fumo", explica a socióloga Paula Johns, diretora executiva da ACT, membro do conselho diretor da Framework Convention Alliance e membro fundador do Comitê Estadual para Promoção de Ambientes Livres do Tabaco (CEPALT).

 

O Manual traz sugestões de cronograma de atividades, checklist, mitos e verdades sobre o tema, dicas para a comunicação com os funcionários, processos de monitoramento e avaliação de resultados, entre outras recomendações. O documento também aborda dados conceituais, estudos de caso e recursos necessários para a implementação de uma política de ambiente de trabalho livre do fumo. "O apoio aos funcionários que desejam parar de fumar com a adoção, por exemplo, de programas de qualidade de vida, é fundamental para o sucesso desse tipo de projeto", ressalta Paula.

 

Caso de sucesso

 

Há exatamente um ano, no Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), a Johnson & Johnson foi a primeira empresa a receber o Selo Ambiente Livre do Tabaco, criado pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. Um dos motivos desse reconhecimento foi a implantação no Brasil da Política Mundial de Ambiente de Trabalho Livre de Tabaco, adotada pela companhia em todo o mundo. A iniciativa, que contemplou a restrição total do consumo de cigarros em ambientes abertos e fechados da empresa, foi integrada ao Programa de Assistência ao Funcionário (PAE) que oferece, desde 2000, suporte aos funcionários, familiares e contratados que desejam deixar o hábito de fumar. "Até agora, cerca de 380 pessoas aderiram ao programa", comemora a psicóloga Izabel Rivas, do PAE no Brasil. O programa anti-tabagismo inclui acompanhamento de psicólogos e de assistentes sociais, subsídio de 80% do tratamento, reposição de nicotina (adesivo transdérmico e goma), entre outros benefícios. "Somente no grupo de participantes do ano passado, 63% permaneceram sem fumar, mesmo após um ano do final do tratamento", destaca Izabel.

 

Sobre o Manual

 

"Ambientes de Trabalho Livres de Fumo - Manual para Tornar sua Empresa mais Produtiva, Segura e Saudável" foi desenvolvido no Brasil pela Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) com o apoio da Johnson & Johnson. O documento é uma tradução e adaptação do guia elaborado pela Global Smokefree Partnership (Parceria Global para Ambientes Livres do Fumo), organização não-governamental que reúne cerca de 500 organizações e parceiros, em mais de 60 países. O Manual pode ser acessado para download gratuito pelo www.actbr.org.br.
 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2