Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

RECIFE COMEMORA UM ANO DE AMBIENTES LIVRES DE FUMO (11/2/2009)
ASCOM - Prefeitura de Recife

Prefeitura percorre estabelecimentos Livres do Fumo
 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Recife, 11/02/09

Uma ação envolvendo a Prefeitura do Recife e entidades parceiras marca, nesta quinta-feira (12), o primeiro ano da implantação de Ambientes Livres do Fumo em estabelecimentos de lazer e hotelaria na capital pernambucana. A partir das 18h, equipes da Coordenação de Controle de Tabagismo, Programa Mais Vida de Redução de Danos e Vigilância Sanitária percorrerão empreendimentos como bares, boates e restaurantes para destacar o aniversário da iniciativa, que possibilitou a instalação de quase 7.900 espaços coletivos saudáveis de convivência no município. "Esta iniciativa é a efetivação de uma política de impacto público, que promove hábitos saudáveis", afirma o secretário de saúde, Gustavo Couto.

A abordagem incluirá a checagem do cumprimento ou não da legislação sobre tabagismo em ambientes fechados, distribuição de material educativo e orientação a clientes, funcionários e demais interessados. A expectativa é que os grupos percorram entre 60 a 80 estabelecimentos em toda a cidade. "A implantação da norma em bares, boates e restaurantes faz parte de um processo educativo, principalmente junto a trabalhadores deste segmento, que são os profissionais mais expostos ao fumo. Percebemos que a população assimilou a idéia e está vendo o projeto como uma ação coletiva de promoção de saúde, de prevenção de doenças, beneficiando a todos com espaços saudáveis de convivência", ressalta a coordenadora de Controle de Tabagismo e Outros Fatores de Risco de Câncer, Maristela Menezes.

A mobilização noturna contará com a participação de aproximadamente 80 técnicos da Prefeitura do Recife, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Ministério Público do Trabalho (6a Região) e da organização não-governamental Aliança de Controle do Tabagismo no Brasil (ACTbr). Para a representante da Coordenadora Nacional de Controle de Tabagismo do Inca, Andréa Cardoso, Recife é um exemplo para outras cidades do país. "Com estas ações, mostramos ao governo a importância de eliminar totalmente o fumo em ambientes coletivos, uma vez que mesmo com áreas reservadas, a fumaça se espalha e contamina todo ambiente".

Desde dezembro de 2007, a Secretaria Municipal de Saúde vem realizando capacitações com os funcionários e donos de bares, boates, restaurantes e hotéis para uma melhor adequação à lei que proíbe o fumo em todos os recintos de uso coletivo, sejam eles públicos ou privados. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os trabalhadores do setor de lazer, entretenimento e hospitalidade estão de 300% a 600% mais expostos aos efeitos nocivos da poluição tabagística ambiental em relação às demais pessoas.


Legislação - A criação dos Ambientes Livres do Fumo é uma recomendação da OMS, tendo em vista as doenças e óbitos causados pelo produto. Dados da entidade apontam que o tabagismo passivo (inalação da fumaça de derivados do tabaco por fumantes e não-fumantes) é a terceira maior causa de morte evitável no mundo. Perde apenas para o tabagismo ativo e o consumo excessivo de álcool. O Brasil gasta cerca de 200 milhões de dólares por ano com tratamento de males provocados pelo tabaco, valor 2,5 vezes superior ao arrecadado com impostos da indústria do cigarro.

O Recife conta hoje com 7.839 Ambientes Livres do Fumo, entre unidades de saúde, shoppings centers, repartições públicas e privadas, ONGs, escolas e equipamentos de lazer e hotelaria. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, isso representa um benefício para mais de 955 mil pessoas que transitam mensalmente nesses espaços, entre trabalhadores, usuários dos serviços e visitantes.



 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2