Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Governo da Paraíba promove ações no Dia Estadual de Controle ao Tabagismo (13/3/2009)
Paraiba.com.br

O Governo do Estado, por meio da sua Secretaria da Saúde, elaborou uma programação especial alusiva ao Dia Estadual de Controle do Tabagismo que será lembrado no próximo domingo, 15. As atividades serão concentradas a partir das 8 horas da manhã no Busto de Tamandaré, na Praia de Tambaú.


Lourdes de Fátima Sousa, gerente do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da SES, explica que até as 11h30 haverá distribuição de folderes e bolas para a população. “Mais uma vez o nosso objetivo com essa atividade e conscientizar a população com relação aos males do cigarro”, explica Lourdes de Fátima Sousa.
De acordo com dados do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da SES, a Paraíba possui 750 mil fumantes, mas, as campanhas têm conscientizado boa parte da população e o percentual de fumantes apresenta redução. O Estado é pioneiro em ações antitabagismo.

Segundo Lourdes de Fátima Sousa, o índice de fumantes na Paraíba há alguns anos era de 30% e hoje reduziu-se para 19% graças às campanhas de conscientização que estão sendo realizadas no dia-a-dia.

Ela explicou que a campanha dos ambientes livres de cigarro, iniciada em 2006, tem surtido efeito positivo, pois a grande maioria dos estabelecimentos está respeitando a Lei Federal 9.294/96, que proíbe o fumo em ambientes fechados.

Em 2008 foram registrados 196 casos de câncer de pulmão, 37 de boca, 49 de laringe, 48 de faringe e 205 de casos de câncer de estômago. Segundo Lourdes de Fátima Sousa, o fumante cria rotinas para fumar, faz associações com determinadas atividades e hábitos, tais como: Dirigir e fumar, falar ao telefone e fumar, ir ao banheiro e fumar, tomar cafezinho e fumar e fumar antes de dormir.

Em quase todas essas situações, o fumante acende o cigarro automaticamente, sem perceber, sendo comum acender um cigarro e não se dar conta de que já tinha outro aceso. O fumante faz do cigarro o seu “ amigão” e o usa para alívio da tensões, para segurar determinadas emoções, como muleta, bengala. Enfim, usa o cigarro para todas as situações de prazer e desprazer que possa sentir.

O organismo da pessoa que fuma fica acostumado a receber diariamente uma quantidade de nicotina. Quando ela deixa de fumar, o organismo sente a ausência dessa substância. É comum que o fumante sinta a irritabilidade, tristeza, dor de cabeça, ansiedade, tonteira, alteração no sono, alteração no funcionamento intestinal e inquietação.

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2