Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Agora Vai? (1/2/2010)
Blog Fabiane Leite - Estadão

O presidente Lula, depois da crise de hipertensão, resolveu deixar de fumar. Faz diferença para a saúde do presidente: a nicotina é vasoconstritora e ajuda a aumentar a pressão arterial. Uma ótima maneira de evitar novas crises que prejudiquem o seu cotidiano, como a que o impediu de receber o prêmio de estadista global. Mas será que a medida fará diferença para a saúde dos brasileiros?

Está parado na Casa Civil há exatamente dois anos a proposta do Ministério da Saúde para acabar com os fumódromos em todo o País. O presidente não tem ajudado: já fez manifestações em prol dos fumantes, dizendo que só fuma quem é viciado - o que é verdade - e o projeto continua lá, sem sair do lugar. Os fumódromos, já proibidos pelo governo estadual em SP, não são seguros porque, segundo a Ciência, é impossível retirar do ambiente a fumaça que prometem conter. Além disso, já está provado que o fumo passivo realmente prejudica a saúde.

Agora que o presidente ouviu os médicos, entendeu que o fumo é ruim para a saúde, talvez se convença de que ninguém merece ter de fumar sem querer.
 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2