Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Resolução de ano novo: parar de fumar (4/1/2006)
ACTBR

Fonte: Globo Online
04/01/2006

RIO - Se a sua grande meta para 2006 é parar de fumar, vai aqui uma pergunta básica: ainda está decidido ou já acendeu seu primeiro cigarro do ano? Seja lá qual for a resposta, mantenha (ou retome) sua decisão, ainda é muito cedo para desistir.

Duas informações servem de incentivo: você não está sozinho nessa empreitada, muitas pessoas no mundo todo prometeram a mesma coisa. E estatísticas apontam que há, também em todo o mundo, muito mais ex-fumantes do que fumantes, provando que sua missão é totalmente possível.

Ter tentado outras vezes e falhado é, por incrível que pareça, um ponto a seu favor.

- A maior parte das pessoas só consegue parar de fato de fumar na quinta tentativa - garante a psiquiatra Analice Gigliotti, chefe do Setor de Dependência Química da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e diretora da Associação Brasileira para Tratamento e Controle do Tabagismo (Abratt).

Segundo Analice, apesar de parar de fumar ser algo que somente a própria pessoa pode fazer por si mesma, isso não precisa necessariamente ser uma tarefa solitária.

Vale pedir ajuda aos amigos, conselhos a ex-fumantes e até auxílio médico, se for o caso. Além de contar com a compreensão dos amigos fumantes, que, se forem amigos mesmo, vão respeitar a sua decisão - não vão oferecer cigarros nem fumar compulsivamente perto de você.

- Outra estratégia é lembrar dos erros cometidos no passado. Ou seja, a pessoa deve ver o que a fez voltar a fumar nas tentativas anteriores de parar e evitar essas situações - aconselha Analice.

A médica explica que o processo de para de fumar é uma espiral ascendente. São ciclos de cinco fases que se repetem e, a cada repetição, a pessoa acumula mais determinação, experiência e recursos internos para conseguir se livrar de vez do vício.

- Primeiro a pessoa nem pensa em deixar o cigarro. Depois começa a pensar na hipótese, toma atitudes para realizar o desejo, pára de fumar e volta. A cada volta e nova tentativa, maiores a chances de sucesso, pois funciona como se a pessoa tivesse subido alguns degraus da escada.

Parece óbvio, mas, ressalta Analice, o segredo de ficar livre do vício é não fumar, ou seja, não dar a primeira tragada.

Dicas para quem quer parar de fumar

Globo Online

A seguir, algumas dicas gerais de Analice para quem está decidido a abandonar o cigarro em 2006:

- Jogue fora todos os cinzeiros, isqueiros e quaisquer outras coisas que lembrem o hábito de fumar - inclusive os cigarros, claro.

- Segure a vontade por 5 minutos. A médica garante que "o desejo de fumar demora 5 minutos, depois passa".

- Apelar para os repositores de nicotina é uma ótima estratégia. Se for o caso, é válido também consultar um médico para usar medicamentos.

- Evitar, pelo menos num primeiro momento, conviver com pessoas que fumam

- Não consumir café e bebida alcoólica

- Adotar a estratégia das quatro palavras - escapar (de situações que despertam o desejo), evitar (as coisas e situações que lembram o antigo vício), distrair (se alguém está fumando na sua frente, tente pensar e olhar para outra coisa que não seja o cigarro), e adiar (se tiver vontade de dar uma tragada, deixe para depois, e depois, e depois...)

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2