Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Filhos de mães fumantes têm 60% a mais de chances de morte-súbita (26/5/2010)
BandNews FM

http://www.band.com.br/jornalismo/saude/conteudo.asp?ID=307034

Além dos males causados pelo fumo como problemas respiratórios e cardíacos, o cigarro pode prejudicar também a fertilidade feminina, pois as substâncias presentes no fumo danificam as células reprodutoras, que geram o óvulo. O tabagismo também interfere na capacidade de permanência do feto no útero e causa danos no funcionamento do corpo do bebê, com comprometimentos cardiovasculares e respiratórios.

Outro problema causado pelo fumo é o risco para os filhos. De acordo com estudos, filhos de mães que fumaram durante a gestação têm mais de 60% de chances de morte-súbita.

Os problemas com o vício ainda persistem durante a amamentação. O pediatra Paulo Roberto Bezerra de Melo, professor da Universidade Federal de Mato Grosso, explica que 50% das fumantes não conseguem se manter longe da dependência depois de três meses.

“As mães q amamentam e fumam amamentam por menos tempo e produzem tem menos leite, o desmame é mais precoce”, afirma o médico.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2