Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Quase fumante e fumo passivo (5/1/2006)
ACTBR

Fonte: Folha de Sao Paulo
Data:05/01/06

Poucas e boas

QUASE FUMANTE

Mesmo quem fuma pouco ou socialmente corre riscos. Comparados com pessoas que nunca fumaram, fumantes que consomem de um a quatro cigarros por dia têm três vezes mais chance de morrer de doenças coronarianas e cerca de quatro vezes mais chance de ter câncer de pulmão. É o que afirma uma pesquisa feita com 43 mil pessoas, na Noruega

Fumo passivo aumenta risco de cegueira

De acordo com pesquisa divulgada na última edição do British Journal of Ophthalmology, conviver com um fumante por cinco anos dobra o risco de desenvolvimento da chamada degeneração macular, uma das causas mais comuns de cegueira. O risco triplica para o fumante regular. O estudo foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, que analisaram

435 casos de pessoas com a doença e 285 pessoas saudáveis para avaliar a relação do fumo com a incidência da degeneração macular. A pesquisa mostrou que pessoas que fumam um maço de cigarros ou mais por dia durante 40 anos têm três vezes mais chance de desenvolver a doença.

Já os ex-fumantes que largaram o cigarro por 20 anos ou mais tiveram risco semelhante ao dos não-fumantes.

A degeneração macular costuma atingir pessoas na faixa dos 50 anos e afeta a parte central da retina, que é fundamental para a leitura e para a condução de veículos.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2