Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Prefeito viaja à Brasília preocupado com setor do tabaco (27/1/2011)
Gazeta do Sul

http://www.gaz.com.br/noticia/259864-prefeito_viaja_a_brasilia_preocupado_com_setor_do_tabaco_.html

Câmara Setorial volta a se reunir nessa quinta-feira, em Brasília

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco reúne-se nessa quinta-feira, 27, em Brasília, para reunião extraordinária. Na pauta, os representantes brasileiros da cadeia produtiva analisarão duas cartas-consultas enviadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A primeira questiona sobre o uso de aromatizantes em cigarros produzidos com fumo Burley. Outra trata da proibição da exposição de cigarros em estabelecimentos comerciais ou públicos. O prefeito Airton Artus participa do encontro levando a preocupação do Vale do Rio Pardo sobre o assunto. Após reuniões com representantes das indústrias da região, o prefeito alerta para o momento difícil e busca a mobilização do setor.

Airton Artus leva à Câmara Setorial documento assinado pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (Sinditabaco) e pela Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo). O documento contém o posicionamento do setor referente às consultas públicas nº 112 e 117 da ANVISA. O prefeito esclarece que o momento é da mais séria preocupação. “Se implantadas as respectivas resoluções serão gerados gravíssimos impactos sociais e econômicos sobre o mercado consumidor, bem como em toda a cadeia produtiva”, destaca.

O prefeito de Venâncio Aires defenderá no encontro que o Brasil cumpra o que foi estabelecido na 4ª Conferência das Partes, no Uruguai, que recomenda que cada país signatário da Convenção-Quadro para Controle do Tabaco adote, gradualmente, leis que considerem a realidade, as circunstancias e as prioridades nacionais.

Para Airton Artus, mesmo após toda a mobilização da COP 4, o Governo Federal parece não se dar conta das conseqüências econômicas e sociais das medidas propostas. “As medidas afetariam a produção brasileira e dariam margem ao aumento da produção e exportação em outros países, ameaçando a liderança do Brasil no mercado mundial de tabaco, como maior exportador. Esse mercado, só no último ano, gerou divisas na ordem de R$ 2,7 bilhões ao país”, destaca o prefeito.

No documento, as entidades representantes da indústria argumentam ainda que se não permitido o uso de aditivos, torna-se inviável a produção de cigarros do tipo “American Blend”, que correspondem a quase totalidade dos cigarros comercializados no Brasil e nos países que importam tabaco brasileiro. As entidades também questionam a falta de embasamento legal para a Consulta Pública no Congresso Nacional e na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

Ao finalizar, o documento acrescenta que as duas propostas são tão radicais que irão banir, na prática, todos os produtos existentes no mercado legal de cigarros no Brasil, incentivando assim o comércio ilegal, gerando impacto de até R$ 8,5 bilhões na geração de impostos, reduzindo em 2,5 milhões o número de postos de trabalho e prejudicando, diretamente, 185 mil pequenos produtores rurais do Brasil.

Assembleia Famurs

Após reunião em Brasília, o prefeito Airton Artus retorna ao Estado para participar da Assembleia Geral de Verão 2011 que a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) promove nesses dias 27 e 28 de janeiro, na Casa de Cultura, em Capão da Canoa. O encontro terá a participação do governador gaucho Tarso Genro e novos secretários estaduais.
 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2