Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Discussão sobre convenção do tabaco mobiliza Irati (22/8/2005)
ACTBR

Fonte: http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=49387

O município paranaense de Irati, a 145 quilômetros de Curitiba, parou por volta do meio-dia de sexta-feira (19) para assistir à audiência pública da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) que discutiu os termos da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco. De acordo com o secretário de Agricultura local, Gerson Ribeiro Sobrinho, o município conta com aproximadamente 60 mil habitantes e produz anualmente cerca de 6.514 toneladas de fumo, graças ao trabalho de 1.388 famílias de produtores rurais que se dedicam à fumicultura.

Para o vice-presidente da CRA, senador Flávio Arns (PT-PR), o debate direto com os produtores de fumo é fundamental, pois ajuda os parlamentares a aprimorarem a discussão sobre a ratificação da convenção pelo Congresso Nacional.

- Mesmo que a convenção venha a ser ratificada, ela não traz a proibição do plantio do fumo. Países que já ratificaram a convenção tiveram, inclusive, um aumento na plantação de fumo. Na verdade, é um esforço mundial que se faz no sentido de diminuição do hábito de fumar. É uma questão opcional e a ela só adere quem deseja partir para um outro tipo de plantio - assinalou Flávio Arns.

O senador paranaense destacou a importância da participação do governo e da comunidade nessa discussão, para que haja tranqüilidade e segurança, pois acredita que, se as pessoas souberem o que vai acontecer, não ocorrerá tumulto em termos de planejamento pessoal, familiar e profissional.

Produção

De acordo com a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), o Brasil é o maior exportador de tabaco do mundo (593 mil toneladas em 2004) e ocupa o segundo lugar na produção mundial (850 mil toneladas). A maior parte dessa produção está concentrada na região Sul (96%), com destaque para o Rio Grande do Sul (50%) e Santa Catarina (34%). A atividade rendeu, no ano passado, R$ 3,6 bilhões para os produtores rurais.

De acordo com a Receita Federal, o faturamento total do setor no ano passado foi de R$ 14 bilhões, sendo 70% decorrente do consumo doméstico e 30% proveniente das exportações. No mesmo período, a arrecadação de impostos proporcionada pelo setor fumageiro foi de R$ 6,4 bilhões. 

Segundo dados da indústria do fumo, os maiores produtores mundiais de tabaco são, além do Brasil, a China, a Índia, os Estados Unidos, o Zimbábue e a Indonésia. Esses países são responsáveis por 70 % da produção mundial. No caso brasileiro, os fumicultores são pequenos produtores agrícolas que operam em sistema de produção familiar e se concentram em minifúndios localizados nas regiões Sul e Nordeste do país.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2