Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Diante da falta de dinheiro, idosos fumam e bebem mais para lidar com o stress (10/11/2011)
Veja on line

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/dificuldade-financeira-aumenta-consumo-de-alcool-e-cigarro

Diante da falta de dinheiro, idosos fumam e bebem mais para lidar com o stress

Os idosos recorrem às bebidas alcoólicas e cigarros para lidar com o stress causado pela falta de recursos financeiros, segundo sugere estudo publicado na edição de novembro do periódico científico Journal of Studies on Alchohol and Drugs. De acordo com o estudo, idosos que enfrentam um estresse financeiro têm 30% mais chances de ter uma ingestão alcoólica exagerada do que aqueles financeiramente estáveis.

A pesquisa sugeriu que o risco é ainda maior em pessoas com baixo nível educacional. Por outro lado, homens e mulheres com mais acesso à educação tendem a reduzir o consumo de álcool diante da falta de dinheiro.

O estudo acompanhou 2.300 homens e mulheres com mais de 65 anos entre 1992 e 2006. Os resultados mostraram que 16% dos voluntários enfrentaram problemas financeiros crescentes com o passar dos anos. Os dados mostraram que 3% deles aumentou o consumo de álcool – com mais de 30 doses alcoólicas por mês – e 1% começou a fumar. “Ao enfrentar fatores de stress que não conseguem controlar, as pessoas tendem a focar em comportamentos que ajudam a lidar com as emoções negativas”, explicou Benjamin A. Shaw da University at Albany.

Problemas financeiros tendem a ser especialmente estressantes para pessoas mais velhas, segundo Shaw. “Eles estão fora do mercado de trabalho e sentem que têm menos tempo para recuperar a situação financeira”, disse o principal autor da pesquisa.

 
 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2