Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

EUA lançam campanha contra cigarro com vídeos de ex-fumantes doentes (22/3/2012)
veja.com

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/eua-lancam-campanha-contra-cigarro-com-videos-de-ex-fumantes-doentes

Maior ação antitabagismo já feita por órgão de saúde americano, Tips from Former Smokers mostra realidade do vício

O Centro para Saúde e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), órgão de saúde dos Estados Unidos, lançou, neste mês, sua maior ação anticigarro já feita. Com um custo de 54 milhões de dólares, o Tips from Former Smokers (ou Dicas de Ex-fumantes, em português), como é chamada a campanha, tem como objetivo convencer e ajudar os fumantes a deixarem o vício e, para isso, disponibiliza fortes depoimentos, vídeos e fotografias de pessoas que convivem com doenças relacionadas ao tabagismo. Essas imagens estão sendo exibidas desde esta segunda-feira em anúncios de televisão, rádio, revistas e jornais de todo o país, e devem ser veiculadas durante ao menos 12 semanas.

No site oficial da campanha, é possível encontrar todas as informações e imagens que estão sendo veiculadas na mídia dos EUA. Ao todo, são 14 depoimentos — parte deles acompanhados de vídeos — de ex-fumantes, que relatam quando começaram a fumar, por quanto tempo o vício durou e quais danos à saúde o hábito acarretou. (Assista a um dos vídeos da campanha abaixo). São mostrados problemas como câncer de pulmão e de garganta, asma, derrame cerebral e outras doenças cardiovasculares. Além disso, há também depoimentos de pessoas que foram bem sucedidas ao deixar o vício. As fotografias de pessoas prejudicadas pelo tabagismo também podem ser vistas na página da internet.

"Basicamente estes são anúncios sobre os reais efeitos do tabagismo sobre pessoas reais. Eles mostram câncer, ataques cardíacos, amputação, acidente vascular cerebral e como é viver com essas condições", afirmou à agência Reuters o diretor do CDC, Thomas Frieden, que estima que a campanha fará com que aproximadamente 50.000 americanos abandonem o cigarro.

Parte dos anúncios da campanha também exibe o ‘1-800-QUIT-NOW’, número de telefone para o qual as pessoas que estão tentando deixar o cigarro podem ligar e obter um suporte gratuito. Além disso, a campanha também divulga o smokefree.gov, um site do governo que também fornece ajuda para os candidatos a ex-fumantes.
Leia também: Restrições ao cigarro evitaram 800 mil mortes nos EUA
Epidemia — De acordo com o CDC, o cigarro continua sendo a principal causa de mortes por doenças evitáveis nos Estados Unidos: todos os anos, 443.000 americanos morrem por complicações derivadas do hábito. Ainda segundo o órgão, oito milhões de pessoas convivem com problemas de saúde relacionados ao tabagismo e mais de 1 000 jovens menores de 18 anos se tornam fumantes todos os dias no país.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que um terço da população mundial adulta, cerca de 1,3 bilhão de pessoas, seja fumante. De acordo com o Ministério da Saúde, 18,8% dos brasileiros fumam.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2