Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Casos de câncer de tireoide sobem dez vezes em 20 anos (25/10/2012)
Veja on line

Número foi registrado pelo Hospital A.C. Camargo. Levantamentos feitos em outras unidades do estado também indicaram o aumento de diagnósticos

O número de casos de pacientes com câncer de tireoide é dez vezes superior ao registrado há 20 anos no Hospital A.C. Camargo, em São Paulo. Em 1992, a unidade tratou 34 pacientes com a doença - neste ano, o número chegou a 350. Esse tipo de câncer é o quarto mais comum entre as mulheres — o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que, até o final de 2012, 10.590 pacientes do sexo feminino serão diagnosticadas com a condição no Brasil.

De acordo com José Magrin, cirurgião de cabeça e pescoço do hospital, as razões para o aumento ainda estão sendo estudadas. Para ele, o maior acesso a exames capazes de detectar precocemente o câncer da tireoide pode explicar o crescimento. Além disso, o maior contato com irradiação no dia-a-dia pode ter ajudado a elevar a incidência da doença nos últimos anos.

Públicos e particulares - Outro levantamento feito no estado de São Paulo, que analisou os registros de 66 hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e cinco particulares ou filantrópicos, também mostrou que o número de casos de câncer de tireoide cresceu. Segundo a Fundação Oncocentro de São Paulo (Fosp), em 2000, foram registrados 301 casos (238 mulheres e 63 homens) nessas unidades e, em 2010, o número mais que triplicou e chegou a 954 (763 mulheres e 191 homens). Ainda de acordo com a pesquisa da Fosp, dos 1.200 casos da doença registrados em 2010 na capital paulista, mil foram diagnosticados em pessoas do sexo feminino.

(Com Agência Estado)

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2