Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Triplicar impostos sobre cigarros evitaria 200 milhões de mortes (10/3/2014)
Diário da Saúde

http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=triplicar-impostos-sobre-cigarros-evitar-200-milhoes-mortes&id=9560

Triplicar os impostos sobre os cigarros em todo o mundo reduziria o número de fumantes em um terço e evitaria 200 milhões de mortes prematuras até o fim deste século por câncer de pulmão e outras doenças causadas pelo tabagismo.

Esse grande aumento de impostos até dobraria o preço de varejo dos maços cigarros em alguns países, e diminuiria a diferença de preço entre os cigarros mais baratos e os mais caros.

Isso encorajaria as pessoas a parar de fumar, em vez de mudar para uma marca mais barata - e ajudaria os jovens a não começar a fumar.

Esses cálculos e essas recomendações foram feitos por uma equipe liderada pelo Dr. Jha Prabhat (Universidade de Toronto - Canadá) em um artigo publicado no New England Journal of Medicine.

Segundo a equipe, o aumento de impostos sobre os cigarros seria especialmente eficaz em países de renda baixa e média, onde os cigarros mais baratos são relativamente acessíveis e onde o tabagismo entre a população continua a aumentar.

Mas a medida também seria eficaz nos países ricos, disse Prabhat, observando que a França cortou pela metade o consumo de cigarros entre 1990 e 2005 aumentando os impostos bem acima da inflação.

"A morte e os impostos são inevitáveis, mas eles não precisam estar nessa ordem," disse o pesquisador. "Um imposto mais elevado sobre o tabaco é a intervenção mais eficaz para reduzir as taxas de tabagismo e para dissuadir futuros fumantes."

"Em todo o mundo, cerca de meio bilhão de crianças e adultos com menos de 35 anos já são - ou serão em breve - fumantes, e pelos padrões atuais, poucos vão deixar de fumar," afirmou o professor Richard Peto, da Universidade de Oxford, que é coautor do estudo.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2