Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

O cigarro pode matar o seu melhor amigo (19/3/2014)
Yahoo notícias

http://br.noticias.yahoo.com/o-cigarro-pode-matar-o-seu-melhor-amigo-155400523.html

Que cigarro faz mal à saúde todo mundo já ouviu alertas sobre isso em várias campanhas do governo contra o tabagismo. Agora que o cigarro pode causar câncer e até matar o gatinho de estimação poucas pessoas sabem. Estudos mostram que gatos que vivem em casas que possui uma pessoa que fuma têm até duas vezes mais chance de ter linfoma, quando comparado aos gatos que não aspiram fumaça do cigarro. Esse é um tipo de câncer maligno que pode levar o pet à morte.


Uma pesquisa feita por cientistas na Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Tufts e da Universidade de Massachusetts e que recebeu o nome de "O Fumo Ambiental e o Risco do Linfoma Maligno em Gatos Domésticos", está dentre as primeiras e mais alarmantes realizadas sobre o tema. "Há muito tempo acreditava-se que a maior causa do linfoma felino fosse o vírus da leucemia felina", explicou o Dr. Antony S. Moore, oncologista veterinário e diretor no Programa de Oncologia Harrington da Tufts, sobre o estudo publicado na American Journal of Epidemiology, 01/08/02. "Os resultados de nosso estudo indicam claramente que a exposição aos fatores ambientais, tais como o fumo passivo, tem consequências devastadoras para os gatos, pois isso aumenta significativamente sua probabilidade em contrair o linfoma", completou o profissional.


Quando os felinos são criados em uma casa com fumantes sofrem o mesmo problema que os demais humanos moradores da residência, tornam-se fumantes passivos. Porém, nos gatos ainda há outro agravante. Além das toxinas que ele respira através da fumaça do cigarro, há os resíduos deixados pela fumaça em seus pelos, que ele acaba ingerindo quando se lambe. "Nossas descobertas oferecem outra razão para que os fumantes que vivem com seus animais de estimação e crianças tentem largar o hábito. Deixar de fumar não somente irá reduzir seus riscos de adquirirem câncer, doença cardíaca e diabetes, como poderá reduzir o risco de câncer tanto em crianças quanto em animais de estimação", declarou ao American Journal of Epidemiology, a Dra. Elizabeth R. Bertone, epidemiologista e principal autora do estudo citado.
Os sinais clínicos dessa doença são variados e dependem do local no qual o câncer se desenvolver. Além do exame clínico, exames como radiografias, ecografia e ressonância magnética podem ser solicitados. O tratamento é realizado, na maioria das vezes, com quimioterapia. Em alguns casos o médico veterinário pode indicar a cirurgia ou a radioterapia. O prognóstico varia de acordo com a idade, evolução da doença e condições físicas do pet e o óbito pode ocorrer.
Deixar de fumar garantirá uma melhora na sua vida, na vida da sua família e na do seu animal de estimação. Só depende de você. Qual a sua escolha?

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2