Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Uso de cigarro eletrônico não ajuda a largar o vício (14/1/2016)
Veja online

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/uso-de-cigarro-eletronico-nao-ajuda-a-largar-o-vicio

De acordo com uma nova análise realizada pela Universidade da Califórnia, em São Francisco, os cigarros eletrônicos – muitas vezes utilizados para auxiliar no abandono do cigarro convencional – podem causar o efeito contrário.

Há quem veja o cigarro eletrônico como um instrumento para abandonar aos poucos o hábito de fumar. Uma pesquisa publicada nesta quinta-feira, realizada pela Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos, revelou que, na verdade, acontece o oposto: quem usa o modelo eletrônico é 28% menos propenso a parar de fumar.


Os resultados, publicados na revista científica The Lancet Respiratory Medicine, foram obtidos a partir de uma revisão sistemática de estudos já realizados anteriormente sobre o assunto. Trata-se do maior levantamento já feito para avaliar se os cigarros eletrônicos de fato ajudam fumantes a parar de fumar.


Para o estudo, foram analisadas 38 pesquisas que associam o uso de cigarros eletrônicos com o abandono do hábito de fumar entre adultos, incluindo estudos observacionais e clínicos. Fizeram parte da análise fumantes que queriam abandonar o cigarro e também aqueles que não pretendiam parar de fumar. "Não há dúvidas de que uma tragada em um cigarro eletrônico seja menos perigosa do que uma tragada em um cigarro convencional, o mais perigoso do cigarro eletrônico, contudo, é o fato de que ele pode manter uma pessoa fumando os cigarros tradicionais", disse Stanton Glantz, co-autor do estudo.

 


 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2