Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Especialistas em saúde pública alertam que o controle atual sobre a publicidade de álcool não protege os jovens (10/1/2017)
Addiction Journal

http://bit.ly/AlcoolMarketing

 Especialistas em saúde pública alertam que a juventude de todo o mundo está exposta à publicidade extensiva de bebidas alcoólicas e que os métodos de controle atuais desse tipo de propaganda não são eficazes para impedir que essa exposição se transforme em consumo. O álcool é a principal causa de mortes e incapacitação entre homens de 15 a 24 anos em quase todas as regiões do mundo e entre mulheres da mesma faixa etária nos países desenvolvidos e nas Américas.

Para renovar os esforços contra essa questão, é preciso que os países de todo o mundo reforcem suas regras sobre a publicidade de bebidas alcoólicas, implementando regulamentações independentes mais eficientes. Esse alerta dos especialistas coincide com a publicação de uma série de relatórios em um suplemento do periódico Addiction, que apresentam os dados mais recentes sobre a publicidade de álcool e seu impacto em crianças. Algumas das principais conclusões da coleção de manuscritos são:

 O consumo de álcool por jovens está relacionado com a exposição à publicidade de bebidas alcoólicas.

 Uma análise das propagandas de álcool durante a Copa do Mundo da FIFA de 2014 mostra que o marketing de bebidas alcoólicas frequentemente viola as regras de autorregulamentação da própria indústria.

 As regras de autorregulamentação da indústria de bebidas alcoólicas não são suficientes para proteger as crianças e adolescentes da exposição à publicidade de álcool, especialmente em redes sociais.

O suplemento do Addiction contém 14 artigos com pesquisas apresentadas em todo o mundo. O professor Thomas Babor, da Universidade de Connecticut, editor-chefe, afirma: “Os governantes são responsáveis pela saúde dos cidadãos de seus países. Nenhum outro produto legalizado com potencial para trazer dano para seus consumidores é tão promovido no mundo quanto o álcool. Esses artigos fornecem várias informações para apoiar os países em seus esforços para proteger as crianças e outros grupos populacionais vulneráveis da exposição à publicidade de álcool.”

Chris Brookes, do Fórum de Saúde do Reino Unido (UK Health Forum), ressalta que “os países já aprovaram anteriormente medidas de autorregulamentação da publicidade de álcool; no entanto, não podemos mais dizer que essas medidas protegem os jovens. Em uma revisão da literatura de mais de 100 estudos, não foi identificado nenhum fator que apoiasse a eficácia dos programas de autorregulamentação da indústria.”

O suplemento inclui diretrizes para desenvolver regulamentações de publicidade mais eficientes:

 A medida mais eficaz para combater a publicidade de álcool seria uma proibição abrangente da propaganda de bebidas alcoólicas, incluindo promoções e patrocínios, de acordo com a constituição de cada país.

 A regulamentação deve ser estatutária e fiscalizada por uma agência de saúde pública adequada ou pelo governo local ou nacional, não pela própria indústria de bebidas alcóolicas.

 A regulamentação deve ser independente da indústria, cujo interesse principal é aumentar seu mercado e maximizar os lucros.

 Um acordo global sobre a publicidade de bebidas alcóolicas apoiaria os esforços dos países para implementar uma proibição abrangente na publicidade, promoção e patrocínio de bebidas alcóolicas.

 É preciso encorajar e apoiar a colaboração com mais esforços para a restrição da publicidade de outros produtos potencialmente prejudiciais, como alimentos ultraprocessados, bebidas açucaradas, tabaco e substitutos do leite materno.

O suplemento do periódico é financiado pelo Alcohol Research UK e o Institute of Alcohol Studies, e os editores e redatores do suplemento concedem seu tempo para produzir os artigos pro bono. Os artigos foram baseados no trabalho realizado pelo Fórum de Saúde do Reino Unido para unir as políticas sobre bebidas alcóolicas dos Estados Unidos e do Reino Unido, com financiamento da União Europeia. Os artigos específicos foram desenvolvidos para uma reunião sobre a publicidade de álcool realizada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Essa coleção de artigos representa o maior nível de atenção acadêmica direcionada a essa questão já reunida nas páginas de um periódico científico.

O suplemento do Addiction, Alcohol marketing regulation: From research to public policy, está disponível em inglês para download em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/add.v112.S1/issuetoc

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2