Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Medicina ABC oferece atendimento para pacientes com tosse crônica (30/3/2006)
ACTBR

Verônica Fraidenraich
Do Diário do Grande ABC

Com o objetivo de identificar precocemente as doenças que podem causar tosse, a FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) criou o ambulatório de tosse crônica. “A idéia é realizar uma triagem dos pacientes para indicar o atendimento adequado de acordo com a doença”, explica o coordenador do ambulatório, o pneumologista Pares Pompeu de Souza Brasil.

Funcionando há cerca de três meses, o serviço é gratuito, mas ainda não teve muita procura, possivelmente por desconhecimento da população, acredita Brasil. O pneumologista ressalta que clínicos gerais costumam dar pouca importância ao tratamento da tosse, daí a necessidade do ambulatório para fazer a triagem.

Muita gente costuma associar o problema à tuberculose, mas, de acordo com o coordenador do ambulatório, além dessa, há uma variedade de doenças que se manifestam por meio da tosse. “A pessoa pode estar tossindo e não ter nada, mas também pode ser o início de um câncer de pulmão ou laringe.” O serviço tem como foco aqueles que estão com tosse há três semanas ou mais.

Segundo Brasil, a causa mais comum da tosse é a sinusite, seguida da bronquite asmática e do refluxo gastroesofágico. Essas doenças correspondem a 90% dos casos, porém outras causas, como tuberculose, tumor de pulmão, uso de remédio para hipertensão e bronquite crônica também podem provocar a tosse crônica.

“Se identificada numa fase inicial, muitas dessas patologias que provocam tosse podem ser potencialmente curadas.” Após diagnosticado o problema, os pacientes darão continuidade ao tratamento no próprio ambulatório da faculdade, no setor a ser indicado pelo médico.

O serviço funciona pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Interessados devem ter encaminhamento médico, de qualquer especialidade, e marcar consulta pessoalmente no setor de marcação da FMABC.

Ambulatório de tosse crônica – Avenida Príncipe de Gales, 821, Santo André. De segunda a sexta-feira, das 7h às 13h30. Telefone: 4993-5469.

Tipos, causas e tratamento

Tosse Crônica
Mecanismo de defesa do sistema respiratório. Ao contrário da aguda, persiste por mais de três semanas. Sua função é limpar as vias respiratórias de secreções, vindas do nariz, da boca ou do estômago; também deinalação de substâncias indesejadas (fumaça, por exemplo), ou aquelas produzidas dentro dos pulmões (catarro).

Tosse aguda
Quando dura até três semanas. Geralmente é provocada por um resfriado. Desaparece por si mesma.

Principais causas da tosse crônica
Sinusite – Gotejamento nasal posterior. A sensação de algo na garganta faz com que a pessoa sinta necessidade de limpá-la com freqüência e tenha pigarro.

Bronquite asmática
Resposta dos brônquios a vários estímulos, como poeira ou mudança do clima.

Além da tosse seca, apresenta chiado, falta de ar, cansaço e aperto no peito.

Refluxo gastroesofágico
Quando o conteúdo do estômago sobe para o esôfago. A pessoa pode ter boca amarga ao acordar, azia freqüente ou queimação no peito, porém, muitas vezes esta doença não apresenta qualquer sintoma.

Obs: esses três tipos correspondem a 90% dos diagnósticos, quando o raio-x do pulmão aparece limpo e a pessoa não é fumante.

Outras causas
Tuberculose, tumor de pulmão, uso de remédio para hipertensão e bronquite crônica provocada, na maioria das vezes, pelo excesso de cigarros.

Exames
A radiografia de pulmão é o primeiro exame a ser realizado. Se não for encontrado nenhum problema (pulmão limpo), parte-se para outros exames para diagnosticar a doença.

Tratamento
Cada problema exige um tratamento específico. Em princípio, é feito com remédios como antibióticos e corticóides.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2