Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Morre Maureen Stapleton, Oscar de atriz coadjuvante por Reds (14/3/2006)
ACTBR

Globo online
13/03/2006

Rodrigo Fonseca - O Globo

RIO - Vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por "Reds", Maureen Stapleton morreu nesta segunda-feira, aos 80 anos, em Lenox, nos Estados Unidos vítima de enfisema pulmonar. Segundo seu filhos, Daniel Allentuck e Katharine Bambery, ela era fumante compulsiva há décadas. Sua compulsão pelo cigarro assombra as confissões feitas por Maureen às páginas "Hell of a life", livro autobiográfico lançado por ela em 1995. "Sempre me perguntam qual é a chave de uma boa interpretação, e, até onde eu pude descobrir, o ponto mais importante nesse ofício é manter o público acordado", afirmou Maureen no livro.

Aluna do Herbert Berghof Acting School e do Actors Studio, Maureen estreou profissionalmente na Broadway em 1948, em "O prodígio do mundo ocidental", de John M. Synge, uma produção do ator Burgess Meredith. Logo em seu primeiro trabalho no cinema, "Com um pouco de amor" (1958), realizado após uma prolífica trajetória na TV, ela recebeu uma indicação ao Oscar de coadjuvante.

Concorreu de novo, na mesma categoria, em 1970, com "Aeroporto", e em 1978, por "Interiores", de Woody Allen, antes de conquistar a cobiçada estatueta pelo filme de Warren Beatty. Premiada com o Tony (o Oscar do teatro) pelo papel de Serafina Delle Rose em "A rosa Tatuada", de Tennessee Williams, Maureen foi uma das maiores amigas do dramaturgo, que escreveu três peças para ela. Mas ela não chegou a atuar em nenhuma delas. No cinema, seu último trabalho foi no filme "Living and dining" (2003), de Doug Stone.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2