Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Ligar cigarros ao hip hop não é uma abordagem legal (cool) (24/5/2004)
Dawn Turner Trice

Artigo do Globalink

 

Dawn Turner Trice


Até recentemente a companhia de tabaco gigante Brown & Williamson vinha fazendo um marketing de sua edição especial de cigarros kool mix, inserindo o tema hip hop nos maços, através de ilustrações com imagens de pessoas jovens dançando, fazendo som e cantando em um microfone sobre um fundo representado por uma gota esverdeada brilhante. Essa edição especial foi apresentada em conjunto com a Competição de DJs kool mix, uma batalha de DJs patrocinada pela Brown & Williamson, que aconteceu no mês de março em Chicago e está percorrendo os Estados Unidos.  A competição terminará em Julho. 

 

Apesar da competição de DJs continuar, a companhia finalizou sua campanha de propaganda. Os porta vozes, das companhias disseram que a campanha  já seguiu seu curso, mas outras pessoas acreditam que  acabou devido aos esforços de ativistas antitabaco. A Brown & Williamson disse que a campanha foi criada para prestigiar a criatividade da comunidade ligada ao hip hop e foi dirigida apenas para adultos. Fala sério! As propagandas com DJs para o kool mix são veiculadas em revistas dirigidas a jovens como a Vibe e a Rolling Stone.

 

As companhias de tabaco estão supostamente proibidas de empurrar seus venenos para os jovens.  Em 1998, elas fizeram um acordo relacionado a isso durante a batalha judicial de 1998, que deu a alguns estados dos EUA, o direito de cobrarem o total de US$ 200 bilhões para cobrir os custos associados com doenças causadas pelo tabaco. Nós podemos falar sobre a responsabilidade individual e também sobre a responsabilidade dos pais quando se relaciona tabaco e crianças.  Mas quando você tem poderosas agências de propagada fazendo o fumar parecer glamouroso, brilhante, sexy e “maneiro”, qualquer jovem se torna suscetível a isso. 
 
Sherri Watson Hyde, diretora executiva da Orlando-based National African American Tobacco Prevention Network disse que, apesar das Brown & Williamson ter afirmado que a promoção segue seu próprio curso, ela e seu grupo continuam a encontrar cigarros da marca kool mix em lojas de todo o país, principalmente nas vizinhanças das áreas onde vivem os Afro-americanos. Apesar da sua preocupação com o fato de que a promoção é dirigida a jovens negros, ela disse que também atinge a garotada de todas as classes, influenciadas pelo hip hop.

 

Para ler o artigo original na íntegra acesse

http://www.chicagotribune.com/news/columnists/chi-0404300074apr30,1,4455220.column?coll=chi-news-col

==============================
GLOBALink News & Information
UICC  - Jacqui Drope
Editor,
editor@globalink.org

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2