Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Maioria dos irlandeses está satisfeita com a lei anti-tabaco (29/3/2005)
ACTBR

29.03.2005

Irlanda - Um ano depois da entrada em vigor da lei anti-tabaco na Irlanda, a grande maioria dos irlandeses - inclusive os fumantes - acha que a polêmica medida, que proíbe fumar em locais de trabalho, foi um sucesso.

A República da Irlanda transformou-se, há exatamente um ano, no primeiro país do mundo a proibir a fumaça do tabaco em lugares públicos, inclusive os tradicionais pubs e restaurantes.

Doze meses depois, um estudo elaborado pela empresa TNS/MRBI entre mil pessoas mostra que 96% dos entrevistados apóiam a medida e 89% dos fumantes do país estão satisfeitos com a nova lei.

Segundo a pesquisa, 94% dos fumantes acham também que os locais de trabalho ficaram mais saudáveis no último ano.

Em relação ao êxito da aplicação da proibição, a pesquisa revela que 99% dos restaurantes cumpriram a lei, contra 93% dos hotéis e 90% dos pubs e discotecas.

Um porta-voz do grupo ASH (Ação sobre Tabaco e Saúde) afirmou nesta terça-feira que a "experiência irlandesa foi um sucesso", apesar das vozes que alertavam sobre as conseqüências negativas que a lei teria para a economia do país.

A Associação de Taberneiros da Irlanda afirmou nesta terça-feira que a venda de cerveja nos pubs caiu 13% nos últimos meses e que, consequentemente, mais de 2 mil postos de trabalho foram fechados.

A maioria das pesquisas realizadas por conta do primeiro aniversário da lei anti-tabaco sugere que os irlandeses têm ido menos aos pubs, mas relacionam o fenômeno ao alto preço das bebidas e não à impossibilidade de fumar.

A análise de mercado da tabacaria Gallaher, líder do setor na Irlanda, mostrou que o volume de negócios da empresa caiu em 10,7% entre janeiro e outubro de

2004 da proibição.

A Gallaher considera que, se a tendência dos últimos meses permanecer, as tabacarias venderão este ano até 500 milhões de cigarros a menos na Irlanda, um país onde eram consumidos cerca de 7 bilhões cigarros por ano.

A multinacional também adverte que o Estado deixou de receber em 2004 até 81 milhões de euros em impostos, 11 milhões a mais que as previsões iniciais do Ministério da Economia irlandês.

Durante o ano de 2003, os impostos ao setor engordaram os cofres públicos em mais de um bilhão de euros.

Fonte: EFE mlg dgr/ra

http://br.news.yahoo.com/050329/40/swz7.html

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2