Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Lobby impede adesão do Brasil a acordo mundial antitabaco (10/12/2004)
ACTBR

O lobby da indústria fumageira conseguiu impedir, na última semana, que o Brasil voltasse a fazer parte de um seleto grupo de países reverenciados internacionalmente pelas políticas antitabagistas. Depois ser o segundo signatário da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, assinada em junho de 2003, na Suíça, o Brasil perdeu a chance de ser uma das primeiras 40 nações a ratificar tal tratado e influenciar diretamente na formulação de seus protocolos. Embora a Câmara tenha aprovado a ratificação da Convenção-Quadro, o projeto de lei com esse propósito vem se arrastando no Senado por interferência direta dos produtores de fumo, ligados às transnacionais do cigarro. "O debate está no Senado, mas a indústria de cigarros tem tentado influenciar os senadores", afirmou a diretora do Programa da Organização Mundial de Saúde (OMS) contra o Tabaco, a brasileira Vera Luíza da Costa e Silva, à Agência Estado. O imbróglio vem sendo constantemente denunciado pelas organizações não-governamentais (ONGs) antitabaco e pelo próprio Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional do Câncer (Inca) - favorável à ratificação da Convenção-Quadro. O alvo das denúncias é a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), que tem funcionado como uma espécie de testa-de-ferro da British American Tobacco (BAT), que no país tem o nome de Souza Cruz.

Manchete da primeira pagina do Jornal O Tempo, bem como da edição eletrônica, em 05/12/2004

http://www.otempo.com.br/

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2