Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Alagoas - Campanha educativa marca o Dia de Combate ao Fumo (1/9/2006)
Paula Johns

Fonte: http://www.tribunadealagoas.com.br/interna.php?id=23248&pagina=Cidades

Profissionais orientam população sobre riscos do uso do tabaco

 
Carlos Nealdo
Com o objetivo de esclarecer a população sobre os perigos do fumo, representantes da Rede Feminina de Combate ao Câncer realizaram ontem, no Calçadão do Comércio, uma panfletagem sobre as doenças provocadas pelo consumo de tabaco.
A campanha fez parte das comemorações do Dia Nacional de Combate ao Fumo, criado pela Lei Federal 7.488, de 11 de junho de 1986 e celebrado ontem.
Durante toda manhã, cantadores de repente e profissionais de saúde estiveram orientando a população sobre os riscos de doenças em decorrência do fumo. Segundo dados da Rede Feminina de Combate ao Câncer, fumantes têm dez vezes mais chances de contrair câncer de pulmão, cinco vezes mais de adquirir bronquite crônica, e duas vezes mais chances de sofrer um derrame cerebral. “São números preocupantes”, ressalta Fátima Canuto Rocha, presidente da Rede.
Dados que não assustam o jornalista Emanuel Monteiro a Silva, fumante há 50 anos. Ele não considera o cigarro um mal. Tanto que ao longo das últimas cinco décadas nunca pensou em largar o vício. “Se eu parar, morro; se não parar, morro. Então se é pra morrer, que seja fumando”, diz.

Morte evitável
Considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo, o tabagismo atinge atualmente um terço da população mundial adulta (1 bilhão e 200 milhões de pessoas, entre as quais 200 milhões de mulheres).
Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o comportamento de fumar. O total de mortes devido ao uso do tabaco atingiu a casa de 4,9 milhões de mortes anuais, o que corresponde a mais de 10 mil mortes por dia.

Inca
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão do Ministério da Saúde responsável pela política de controle do câncer no País, as crianças são um dos grupos mais atingidos. Elas correm, por exemplo, um risco cinco vezes maior de sofrerem morte súbita sem razão específica.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2