Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Tabagismo: peça de teatro destaca a dificuldade de abandonar o vício do cigarro (2/6/2006)
ACTBR

Fonte: ABN Notícias
1 de junho de 2006

http://www.abn.com.br/editorias1.php?id=33723

MARINGÁ - Fumar é prejudicial à saúde. Mais do que uma frase impressa nos maços de cigarros, é um conceito que precisa ser divulgado entre as mais diversas camadas da sociedade, principalmente, entre jovens. Em Maringá, um grupo de integrantes de equipes do Programa Saúde da Família, PSF, recorreu ao teatro para alertar o cidadão sobre as conseqüências do vício do tabagismo.

Hoje (quinta-feira, primeiro), a peça “Uma brasa, mora?”, foi apresentada aos alunos do Colégio Estadual Tomaz Edison de Andrade Vieira. Victor Felipe Alves de Oliveira, da 8ª série, gostou da apresentação. Disse que foi instrutiva. “Os atores mostram, com clareza, os males provocados pelo consumo do cigarro”, destacou.

De uma família, sem fumantes, Victor de Oliveira comentou ter amigos que fumam. “Fumar é ruim. Eu pretendo continuar longe do vício do cigarro”, ressaltou. Carlos Alberto Sonsim, também da 8ª série, concorda com o colega de sala. “Em casa ninguém fuma e não tenho vontade alguma de encher meus pulmões com fumaça”, acrescentou.

Carlos Alberto afirmou que, igual a Victor, convive com colegas fumantes, mas resiste aos apelos para ingressar na “turma do vício”. “Nem de experimentar, tenho vontade. Quero distância. Prefiro praticar esportes, divertir-me”, complementou.

Peça

“Uma brasa, mora?” é uma montagem de um grupo de profissionais que atuam nas equipes do PSF, na área de abrangência da Unidade Básica de Saúde Iguaçu. O título é uma referência a uma gíria usada pelos integrantes da Jovem Guarda, movimento musical e comportamental dos anos 60, do século passado, que tem como principal ícone o cantor Roberto Carlos.

A peça conta a trajetória de 3 pessoas, que há 25 anos foram “convidadas” a começar a fumar. O espetáculo tem início quando as personagens eram adolescentes e surgem “oportunidades” das primeiras tragadas. O tempo passa e a história chega aos dias de hoje.

No decorrer da apresentação, as personagens mostram a dificuldade e a resistência do fumante em largar o vício. Também destacam o trabalho realizado pelas unidades básicas de Saúde para ajudar as pessoas a largarem o cigarro.

O trabalho com grupos de fumantes, que desejam abandonar o vício do cigarro, é realizado nas unidades Quebec, São Silvestre, Maringá Velho, Industrial, Ney Braga, Iguaçu, Cidade Alta e Pinheiros. No Centro Integrado de Saúde Mental, o Cisam, nos centros de Atenção Psicossocial, Caps Canção e Álcool e Drogas, AD, na Policlínica Zona Sul e na UEM também há tratamento para quem pretende deixar de fumar.

Elenco

O elenco da peça tem cinco atrizes. Outras duas pessoas fazem a animação da platéia durante o intervalo entre os atos. Há ainda a responsável pelo som e a apresentadora do espetáculo. A pediatra e médica do PSF, Joceli Virmond, uma das idealizadoras do roteiro, espera que com a peça os jovens sintam-se estimulados a adotarem hábitos saudáveis, em vez de “mergulhar” em um vício, responsável pela morte de milhares de pessoas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, o tabagismo é uma doença crônica que, por ano, mata mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, 200 mil pessoas morrem vítimas das doenças provocadas pelo fumo.

Pesquisas realizadas pela OMS indica que o tabagismo é responsável por 90% dos cânceres de pulmão. Fumar causa também câncer na cavidade oral, laringe, bexiga, rins, colo de útero. Problemas de coração, vascular, úlcera péptica, distúrbios gastrointestinais e complicações materno-fetais são outras complicações causadas pelo consumo do cigarro.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2