Artigos
Dados
Fatos em Destaque
Pesquisas
Publicações
Notícias
Rede DCNT

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Cinco doses de álcool por semana já podem prejudicar os espermatozoides (3/10/2014)
Veja online

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/cinco-doses-de-alcool-por-semana-ja-podem-prejudicar-os-espermatozoides

Pesquisa concluiu que essa quantidade de álcool é suficiente para alterar a qualidade do sêmen

O consumo de bebida alcoólica, mesmo moderado (cinco doses por semana), pode prejudicar a qualidade do esperma de homens jovens e saudáveis, aponta um novo estudo. E, segundo a pesquisa, o prejuízo aumenta quanto maior a quantidade de álcool ingerida.

A qualidade do esperma de um homem está ligada à proporção de espermatozoides de tamanho e formato normais identificados em uma amostra de sêmen. Quanto maior essa proporção, melhor a sua qualidade.

O novo estudo, feito na Universidade do Sul da Dinamarca, se baseou nos dados de cerca de 1 200 homens saudáveis de 18 a 28 anos que prestaram serviço militar no país e que, por isso, passaram por exames médicos ao longo de quatro anos. Durante esse tempo, eles também fizeram entrevistas nas quais deveriam relatar seu consumo de álcool e tiveram amostras de sêmen analisadas.

Impactos — Em média, os participantes consumiam onze doses de álcool por semana. Os pesquisadores descobriram que a quantidade de bebida ingerida na semana anterior à avaliação médica interferiu na qualidade do esperma dos homens. O fato de essa quantidade de álcool ter sido ingerida ao longo dos sete dias ou de uma só vez, no entanto, não influenciou os resultados.

Os prejuízos foram observados em homens que consumiam pelo menos cinco doses de álcool por semana, mas foram mais significativos entre aqueles que ingeriam semanalmente 25 doses ou mais. Homens que consumiam mais de 40 doses de álcool por semana tinham 51% menos espermatozoides de tamanho e formato normais em uma amostra de sêmen do que aqueles que bebiam até cinco doses por semana. Esses participantes também apresentaram uma contagem de esperma 33% menor.

“Os homens devem ser advertidos de que o consumo habitual de bebida alcoólica pode não só afetar a saúde em geral, mas também o seu sistema reprodutivo”, escrevem os autores no artigo, que foi publicado nesta quinta-feira no BMJ Open.

 

 

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2