Artigos
Dados
Fatos em Destaque
Pesquisas
Publicações
Notícias
Rede DCNT

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Alimentos de fast-food matam bactérias do intestino que protegem contra obesidade, diz estudo (12/5/2015)
O Globo online

http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/alimentos-de-fast-food-matam-bacterias-do-intestino-que-protegem-contra-obesidade-diz-estudo-16120333#ixzz3Zw9Gn0pB

RIO — Um pesquisador da universidade Kings College London, no Reino Unido, descobriu novas razões para se evitar uma dieta baseada em sanduíches, batatas fritas e outros alimentos de restaurantes e lanchonetes fast-food. De acordo com seu estudo, publicado no livro "The Diet Myth" ("O mito da dieta"), esse tipo de comida elimina bactérias da flora intestinal humana que protegem as pessoas contra a obesidade, diabetes, câncer, doenças do coração, entre outros males.

No estudo realizado pelo professor de epidemiologia genética Tim Spector, seu filho, Tom, de 23 anos, passou dez dias alimentando-se apenas de hambúrgueres, batatas fritas, nuggets e Coca-Cola em lanchonetes McDonald’s. Após esse período, o pesquisador verificou uma uma redução significativa da flora intestinal do jovem.

— Antes de eu iniciar a minha dieta de fast-food, havia cerca de 3.500 espécies de bactérias intestinais no meu estômago, dominadas por um tipo chamado firmicutes. Uma vez iniciada a dieta, perdi rapidamente cerca de 1.300 espécies de bactérias, e meu estômago passou a ser dominado por um grupo chamado bacteroidetes — afirmou Tom, que também é estudante de genética.

A questão não estaria ligada apenas ao problema da epidemia de obesidade observada em diversos países da Europa, mas também a outras questões, já que a flora intestinal também tem um papel fundamental na eliminação de micróbios que podem causar doenças, e na regulação do metabolismo humano — seu desequilíbrio pode ocasionar diversas doenças, e há indícios da sua relação com o autismo.

Para o livro, Spector também analisou registros de 12 mil gêmeos no Reino Unido, que são monitorados durante a vida para a observação dos efeitos de fatores ambientais e da variedade genética. A conclusão foi que a exclusão de gordura e açúcar para uma dieta saudável é menos importante do que a certeza de que o alimento ingerido é o mais natural possível.

Alimentos como cerveja belga, alho e café são ideias para promover a saúde da flora intestinal.

Um porta-voz do McDonalds ouvido pelo jornal britânico "Telegraph" sobre o estudo afirmou que a companhia possui "uma grande variedade de alimentos disponível" em seus restaurantes, e que "podem ser utilizados em uma dieta balanciada".

"Também reformulamos os nossos ingredientes para reduzir a quantidade de sal, gordura e açúcar, e para remover gordura trans do nosso menu", afirmou o porta-voz.

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2