Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Cartas ao Dr. Pêta - Maranhão (22/6/2006)
ACTBR

 

Cartas ao Dr. Pêta 

Data de Publicação: 22 de junho de 2006
 
(drpeta@box.elo.com.br)

Caro Dr. Pêta;

A administração do São Luís Shopping se vangloria de ‘cumprir’ com rigidez seus horários. Só abre às 10 horas, a exceção do supermercado ali localizado. Outro dia tentei entrar no mesmo por volta de 22 horas, exatamente o horário de encerramento das atividades comerciais do estabelecimento mesmo com a praça de alimentação em pleno funcionamento, mas fui impedido por um segurança que explicava já ter passado do horário e que o shopping já estava fechando. Não argumentei, estava realmente errado.

Acontece que por todo o shopping há placas de ‘proibido fumar’ que informam até mesmo a lei federal 9294/96 da proibição de fumar em ambientes fechados, inclusive na citada praça de alimentação. No entanto, qualquer pessoa que se sinta incomodada com a fumaça de cigarro de um marginal (aquele que segue à margem da lei) fumante não tem a quem reclamar. Os seguranças não têm autorização da Administração para mandar que os fumantes apaguem seus cigarros. A Administração do estabelecimento não quer ‘constranger’ seus clientes fumantes, por não dispor de ‘lugar adequado’ para colocá-los. A quem reclamar, então, a uma Administração que não administra nem comanda seu próprio estabelecimento ou ao Ministério Público que não quer ‘perder tempo’ com banalidades?

Perguntei a um dos seguranças o que fazer e a resposta dele foi clara como água: sinto muito, não posso fazer nada, a administração não nos autoriza a fazer qualquer coisa que constranja os outros clientes. E o meu direito? Será que terei de me levantar e sair, pois ‘os incomodados que se mudem’?

Tem mais direitos à minoria fumante que a maioria não fumante? Esse é o Brasil, onde leis são feitas para serem descumpridas e onde não se tem o direito nem a respirar sem ser incomodado pela maldita fumaça do cigarro de um marginal.

(Luís Augusto Ribeiro Barbosa – Radional, São Luís)

Caro Dr. Pêta;

É incrível como certos políticos não possuem o mínimo de consciência neste país, como pudemos ver nas prévias do PDT para a Presidência da República, lançando um candidato que não possui nem 2% nas pesquisas, prejudicando assim vários candidatos nos Estados, como ex-prefeito Jackson Lago, que agora vai trilhar sozinho rumo ao Palácio dos Leões. Acho que a atitude de renunciar a vice-presidência do PDT nacional foi acertada e a do atual prefeito Tadeu Palácio de afastar-se do partido também. Para finalizar, quero dizer que no Maranhão o certo seria a união de todos os opositores ao Sistema Sarney de Mentiras, para que o povo possa ter um pouco menos de vergonha e um pouco mais de orgulho de um Estado destruído pelo poder do coronelismo impiedoso e debochado nos seus programas políticos que só visam à diversão de uma dançarina de Boi.

(Carlos Eduardo Melo Sousa – São Luís)
 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2