Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Justiça dos EUA condena empresa a pagar indenização de US$ 8 mi a viúva de fumante (20/2/2009)
Agência EFE

MIAMI - A gigante do tabaco americana Philip Morris International terá de pagar uma indenização de US$ 8 milhões à viúva e ao filho de um fumante da Flórida que morreu em 1997 de câncer de pulmão, por causa de sua dependência do cigarro.
A Philip Morris indicou que apelará da sentença emitida por um júri de seis membros em um tribunal do condado de Broward, ao norte de Miami, informou uma fonte judicial.

O serralheiro Stuart Hess morreu em 1997, aos 55 anos, depois de fumar por 40 anos cigarros da marca Benson & Hedges, da Philip Morris.

Durante seus 40 anos como fumante, Hess consumiu uma média de dois maços de cigarros por dia, segundo documentos judiciais.

Sua viúva, Elaine, e seu filho, David, processaram a gigante do tabaco por ocultar os efeitos prejudiciais de fumar. A família Hess tinha pedido ao júri uma indenização de US$ 131 milhões.

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2