Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Alta do imposto do cigarro vai pagar a conta da redução do IPI (31/3/2009)
O Estado de S. Paulo

http://blog.estadao.com.br/blog/advdefesa/?title=alta_do_imposto_do_cigarro_vai_pagar_a_c&more=1&c=1&tb=1&pb=1

por Marcelo Moreira, Seção: Assunto do dia 20:28:19.
CAROLINA DALLOLIO - JORNAL DA TARDE

O aumento dos impostos que incidem sobre o cigarro vão bancar a redução do IPI nos setores de construção civil e automotivo. Ao reduzir o IPI de carros, motos e materiais de construção, o governo deixa de arrecadar R$ 1,5 bilhão.

A conta será paga pelos fumantes. Com aumento do PIS, da Cofins e do IPI, os cigarros mais populares vão ficar 20% mais caros. Já no caso dos mais sofisticados, o reajuste pode chegar a 25%.

“É por meio dos recursos provenientes desse desestímulo ao consumo de cigarro que vamos arrecadar e pagar a conta das outras medidas que têm o objetivo de aquecer a economia e manter os empregos”, disse o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

No Brasil, são vendidos cerca de 103 bilhões de cigarros por ano, informa a Câmara Setorial do Tabaco. A entidade acredita que o aumento de impostos sobre o cigarro vai estimular a ilegalidade.

Já as entidades de combate ao fumo preveem redução nas vendas. “O Banco Mundial ressalta que o aumento de preço é a principal medida isolada contra o tabagismo, pois inibe diretamente o consumo”, diz Paula Johns, diretora da Aliança de Controle do Tabagismo.

 

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2