Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Sindicato contraria setor de bares e restaurantes e apoia lei antifumo de Serra (8/4/2009)
Folha de S. Paulo

colaboração para a Folha Online
Os membros da Sinthoresp (Sindicato de trabalhadores no setor de bares e restaurantes de São Paulo) comemoraram nesta terça-feira a aprovação na Assembleia Legislativa de São Paulo da lei antifumo proposta pelo governador José Serra (PSDB). Em reunião na tarde de hoje com diretores, a entidade contrariou a maioria dos representantes do setor e decidiu apoiar a lei.
A entidade justifica o apoio com a preocupação sobre a saúde tanto de quem fuma quanto dos fumantes passivos. Por meio de sua assessoria, o presidente do sindicato, Francisco Calasans, afirma que "é preciso respeitar trabalhos científicos da medicina que comprovam o mal que o fumo faz".


Representantes de bares e restaurantes acompanham audiência na Alesp; para associação, lei antifumo pode gerar crise no setor
A posição do Sinthoresp contraria a Federação dos Empregados do Comércio Hoteleiro e Similares do Estado. Durante audiência para discutir a lei, no mês passado, o presidente da entidade, José Ferreira Neves, afirmou que a maior preocupação dos trabalhadores da área é o desemprego. "Estamos preocupados com o desemprego. Por isso, esperamos que o projeto não seja aprovado."
Polêmica

Antes do início da audiência na Alesp, que começou por volta das 17h, um grupo de manifestantes ligados à Abresi (Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo) e proprietários de bares e restaurantes também protestaram contra o projeto de lei.
O apoio do Sinthoresp, no entanto, ainda não é definitivo. A entidade --que diz representar 300 mil trabalhadores no setor-- pretende realizar uma pesquisa entre seus associados sobre o tema. Caso a opinião seja contra a lei, o sindicato deve mudar sua posição.
A expectativa dos dirigentes é que o resultado da consulta seja conhecido antes da sanção da lei pelo governador, que tem dez dias para se manifestar.

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2