Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Fumantes improvisam fumódromos em banheiros (12/4/2009)
Gazeta do Sul

Foi só o clube Pinheiros proibir o cigarro, antes mesmo de a nova lei estadual antifumo entrar em vigor, que alguns fumantes de lá encontraram um jeitinho de driblar a proibição para não ter de fumar na rua. Para alguns, as cabines dos banheiros, que não têm ventilação nem nada, viraram fumódromos.


Mas eles não contavam com a astúcia de uma "esquadrilha da fumaça", liderada pelo coordenador de divulgação, Clemilton de Alcântara, o Miltinho, 33, responsável pela sinalização do clube, inclusive pelas placas de que é proibido fumar.
Basta um fumante suspeito entrar no banheiro que ele vai atrás. Faz vigília atrás da parede, bate a porta para fingir que saiu, e, quando dá de cara com o fumante, solta o sermão.
"Digo sempre: "Você sabe que aqui dentro não pode fumar e fica se escondendo. O banheiro é um local de todo mundo. Você vai estragar o lugar". Aí o fumante diz que não foi ele, mas só tinha ele por lá", afirma Miltinho, que nunca fumou e é casado com uma não fumante.
Para a surpresa da mulher, já colocou até a sogra para fora de casa porque ela fumava na sala. "Na minha casa, não. Vá para o meio da rua, eu disse a ela."
No dia seguinte à bronca, os fumantes evitam até olhar na cara dele. "A lei proíbe, mas se ninguém vai lá fiscalizar, não adianta. As pessoas não estão nem aí, não tem multa para isso", diz Miltinho. A nova lei estadual não prevê multa para os fumantes, apenas para os estabelecimentos que não fizerem cumprir a regra.
Ele só não entra no banheiro feminino, mas, com as informantes mulheres, ele sabe quem fuma por lá também. E a bronca é igual à dos homens.
Na rede de pizzarias 1900, a primeira a receber o selo de ambientes livres do fumo do governo do Estado por banir voluntariamente o cigarro antes de a lei entrar em vigor, todos os banheiros têm sinalização de que é proibido fumar.
"Já flagrei muita gente no banheiro. Eles fumam e jogam a bituca na privada. Depois entope, além de não ter ventilação para a fumaça sair", diz Erik Momo, um dos donos.
"É uma coisa engraçada porque os fumantes sabem que estão fazendo coisa errada. Só o fato de chegar alguém já os inibe. Eles apagam o cigarro, tentam disfarçar", completa.
No que depender da linha dura de Miltinho no clube Pinheiros, a lei por lá tem tudo para não virar fumaça.
Com informações da Folha Online

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2