Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Batalhão de fotógrafos e cinegrafistas alerta os fumantes da fiscalização (9/8/2009)
Comunicação ACT

Fonte: Folha de S.Paulo
Domingo
09/08/2009

PAULO SAMPAIO
DA REPORTAGEM LOCAL

É sábado, e a escova da chefe da Vigilância Sanitária, Cristina Megid, começa a se desmantelar no ambiente abafado do terceiro e último bar que ela e sua equipe fiscalizam na segunda madrugada de blitz da lei antifumo.
À saída do Sarajevo, Cristina se abana em cima de sapatos muito altos de verniz preto. "A gente não pode evitar ambientes em que as opções das pessoas são diferentes. Bom, você tem que ver que eu sou de Botucatu."
O Sarajevo é o único dos lugares visitados que recebe uma advertência: são encontradas duas bitucas de cigarro no chão. "A gente tem de implorar para que apaguem os cigarros", diz a gerente, Juliana Dias, 28.
No Vegas, clube GLS, o ar está "puro", mas faz calor. "Prefiro dançar a ir lá para fora fumar", diz o designer Rodrigo Motta, 23.
No Pescador, o cheiro de manjubinha frita impede qualquer tentativa de identificar fumaça de cigarro. Ninguém fuma.
Os fiscais estiveram no bar na véspera, mas retornaram ao saber que, assim que deram as costas, os clientes voltaram a fumar.
A blitz é acompanhada por repórteres, cinegrafistas e fotógrafos, que jogam luz nas calçadas cheias de gente da Augusta. Isso possibilita ao dono pedir aos clientes que apaguem seus cigarros antes de ser multado.
A blitz esteve na véspera no Pescador e está voltando porque teve notícia de que, assim que deu as costas, os clientes retornaram a fumar.
"Orientei as equipes a entrarem várias vezes no mesmo lugar", diz Cristina.
Uma prostituta na calçada vira-se de costas para não ser filmada: "Que coisa ridícula. Eu tenho família em São Paulo, gente, não posso ficar me expondo!".
A professora de body piercing Telma Damico, 33, espera um ônibus para voltar para casa.
Ela diz à Cristina Megid que não se conforma de viver em uma cidade onde o metrô não circula de madrugada. "Não é incrível?"
Megid ajeita a escova.

 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2