Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

RJ: Começa campanha para alertar sobre lei antifumo (6/11/2009)
O Dia on line


Estado divulga novas regras e lança site e telefone para população tirar dúvidas do que pode e o que não pode. Até o fim do ano, haverá 10 novos pontos de tratamento contra o vício

Rio - Para esclarecer os cariocas sobre as novas restrições ao fumo em locais públicos, que entram em vigor dia 18 em todo o estado, começa hoje uma campanha de conscientização. O primeiro alvo será a Lapa. Para tirar as dúvidas, a Secretaria de Estado e Defesa Civil (Sesdec) lançou site e telefone com atendimento 24 horas. Até o fim do ano, dez novos pontos de tratamento gratuito para largar o vício serão inaugurados no estado.

Para explicar a importância de coibir o fumo passivo, fiscais irão a outros bairros boêmios amanhã e domingo. “Vamos medir a concentração de monóxido de carbono nesses lugares, para depois comparar quando a lei entrar em vigor”, adianta a coordenadora do Programa de Controle do Tabagismo da Secretaria estadual de Saúde, Sabrina Presman.

As informações sobre a lei antifumo estarão no site www.riosemfumo.rj.gov.br ou no telefone 0800-0220022. Através desses canais será possível denunciar estabelecimentos que não respeitam as regras. Garçons acompanharam o lançamento da campanha, ontem. “É importante tê-los aqui, pois eles são os mais prejudicados com o fumo passivo. Estão em bares e restaurantes todos os dias, por 8h ou mais”, afirmou Waldir Leopércio, assessor do gabinete da Sesdec.

“O carioca é geração saúde,cerca de 80% da população não fuma”, disse Sabrina, que acredita que a lei será respeitada. Em São Paulo, de 20 mil casos de desrespeito da lei, só 5 foram parar na delegacia. Sabrina antecipou que, até o final do ano, mais 10 centros de tratamento para largar o cigarro estarão abertos no estado.

Estabelecimentos que não respeitarem a lei pagarão multa que varia entre R$ 1.548,63 e R$ 15.486,27. Haverá uma tropa de choque para fiscalizar: serão pelo menos 34 equipes formadas por funcionários estaduais. A PM pode ser chamada caso algum fumante se recusar a apagar o cigarro.

NOVOS HÁBITOS
Com a nova lei, hábitos antigos dos fumantes terão que ser mudados. Confira algumas alterações:

AQUI NÃO PODE

Bares, boates, lanchonetes e restaurantes: no interior dos estabelecimentos está proibido

Hotéis: cigarro só é permitido nos quartos

Shoppings: proibição continua e fumódromos acabam. Fumar apenas em estacionamentos abertos

Condomínios: nada de cigarro em áreas comuns. No play, mesmo sem teto, se a fumaça passa para áreas cobertas está proibido

Táxi, ônibus, metrô e trem

Escolas e universidades: fumar só está liberado em pátios abertos
AQUI PODE

Praias, quiosques, parques e praças: liberado ao ar livre

Maracanã: em área com boa ventilação

Produções teatrais e cultos religiosos

Tabacarias

Residências e carros
 

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2