Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Cientistas criam dispositivo que avisa quando há fumo passivo (22/3/2013)
Veja on line

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/cientistas-criam-dispositivo-que-avisa-quando-ha-fumo-passivo

Aparelho revela concentração de nicotina não só em ambientes, mas também em roupas e assentos de carro, por exemplo

Cientistas da Universidade Dartmouth, nos Estados Unidos, desenvolveram um dispositivo que detecta em tempo real a presença e a concentração de nicotina em um ambiente e, assim, avisa uma indivíduo quando ele está exposto ao fumo passivo. O aparelho, que é “menor do que um celular”, também é capaz de acusar níveis de nicotina em roupas, assentos de carros e outros materiais, além de revelar quantos cigarros foram fumados em determinado lugar.

O estudo feito para testar o dispositivo foi publicado neste mês no periódico Nicotine and Tobacco Research. Segundo os autores, o aparelho detecta e mensura moléculas de nicotina em um ambiente e, depois disso, registra essas informações em tempo real por meio de um chip sensor. A pessoa que usar o dispositivo também pode saber, por exemplo, quando e em qual lugar especificamente ocorreu a exposição à nicotina. 

Testes - Por enquanto, os testes desse dispositivo foram feitos em laboratório. Os autores da pesquisa afirmam que, uma vez  que o estudo foi bem-sucedido, os testes clínicos devem começar a ser realizados a partir do meio deste ano. Segundo os pesquisadores, o aparelho desenvolvido por eles pode ser mais preciso e barato do que os sensores de nicotina usados atualmente, que fornecem informações menos específicas e mais limitadas.

A equipe acredita que desenvolver um aparelho como esse é importante pois ele poderia ajudar na prática de leis que restringem o cigarro em ambientes fechados, por exemplo, ou a convencer fumantes a não fumar perto de crianças ou em lugares muito pequenos. “Esse é um passo em direção a novas tecnologias capazes de detectar a exposição ao cigarro e pode ser considerado como a primeira etapa para que possamos reduzir os efeitos adversos à saúde no fumo passivo”, diz Joseph BelBruno, coordenador da pesquisa.

 

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Detection of secondhand cigarette smoke via nicotine using conductive polymer films

Onde foi divulgada: periódico Nicotine and Tobacco Research

Quem fez: Yuan Liu, Sadik Antwi-Boampong, Joseph J. BelBruno, Mardi A. Crane e Susanne E. Tanski

Instituição: Universidade Dartmouth, EUA

Resultado: Os pesquisadores adicionaram o gene responsável pela produção da proteína SIRT3 às células-tronco do sangue de camundongos idosos, aumentando seu potencial de regeneração das células do sangue

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2