Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Redução do fumo nos EUA salvou 8 milhões em 50 anos, diz pesquisa (8/1/2014)
G1

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2014/01/reducao-do-fumo-nos-eua-salvou-8-milhoes-em-50-anos-diz-pesquisa.html

08/01/2014 09h38 - Atualizado em 08/01/2014 09h38

Pessoas que tiveram morte evitada ganharam, em média, 19 anos de vida.
Outro estudo aponta que índice de tabagismo entre as mulheres caiu 42%.
Do G1, em São Paulo



Estudo aponta que o controle de tabaco nos Estados Unidos salvou 8 milhões de vidas nos últimos 50 anos. A pesquisa foi publicada nesta quarta-feira (8) na revista científica "The Journal of the American Medical Association (JAMA)".


Os pesquisadores apontam que 17,7 milhões de pessoas morreram por conta do uso do cigarro entre os anos de 1964 e 2012.
Em geral, 8 milhões de vidas foram salvas com o controle do tabaco durante este período de tempo (5,3 milhões de homens e 2,7 milhões de mulheres). Mais de metade das vidas foram "salvas" antes dos 65 anos (4,4 milhões).


A partir de 1964-2012, estima-se que um ganho de 157 milhões de anos de vida estava associado ao controle do tabaco, 111 milhões para os homens e 46 milhões para as mulheres. Isto sugere que os indivíduos que tiveram a morte evitada por conta do tabagismo ganharam, em média, 19,6 anos de vida, segundo os autores da pesquisa.


saiba mais
Estudo revela que mundo tem mais fumantes do que em 1980
Índice de fumantes no Brasil cai 20% em seis anos, diz estudo da Unifesp
Quer parar de fumar? Veja dicas


Mulheres fumam menos
Outra pesquisa publicada no mesmo dia no "JAMA" aponta que o tabagismo caiu 42% entre as mulheres e 25% entre os homens nos últimos 32 anos. Porém, por conta do crescimento da população, o número de fumantes aumentou (41% entre os homens e 7% entre as mulheres), bem como cresceu 26% o número de cigarros consumidos.

A pesquisa para estimar os níveis e as tendências na prevalência do tabagismo por idade e sexo e consumo de cigarros foi feita entre os anos de 1980 e 2012 por 187 países. O estudo apontou que a consumo diário de cigarro caiu de 41% para 31% entre os homens e 10,6% para 6,2% entre as mulheres.

Esta diminuição ocorreu em três fases: progressos modestos entre 1980 a 1996, seguido por uma década de progresso global mais rápido e, em seguida, uma redução mais tímida de 2006 a 2012.


Enquanto a prevalência diminuiu, devido ao crescimento da população de mais de 15 anos de idade, tem havido um aumento do número de homens e mulheres que fumam diariamente.


Cresceu de 721 milhões em 1980 para 967 milhões em 2012, sendo um aumento de 41% de homens que fumam todos os dias e 7% de mulheres de mantêm o mesmo hábito. Entre 1980 e 2012, o número de cigarros consumidos em todo o mundo aumentou 26%.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2