Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Em difícil tarefa de conter tabagismo na China, Xangai amplia proibição de fumo (1/3/2017)
O Globo

http://bit.ly/XanguaiContraTabaco

 XANGAI - A cidade chinesa de Xangai ampliou o banimento ao fumo em locais públicos, nesta quarta-feira, em mais um passo na direção de tentar barrar este importante fator de risco à saúde pública no país. Desde 2010, a cidade já proibe o fumo em alguns locais públicos, como escolas e bibliotecas, mas agora, o banimento será generalizado a todos os espaços internos e a até mesmo alguns externos.

Estima-se que aproximadamente um quarto dos adultos nesta cidade de 24 milhões de habitantes fumem. Outra cidade, Pequim, já havia aplicado, em 2015, a legislação mais restritiva ao tabagismo no país, proibindo o fumo em lugares como restaurantes, hotéis e hospitais.

Há muito tempo, o governo chinês vem indicando o plano de conter o fumo em todo o país. No entanto, estas medidas colocam a China em um dilema: se por um lado, um milhão de mortes no país em 2010 foram atribuídas ao tabagismo de acordo com um estudo publicado no periódico "Lancet", por outro, a indústria estatal de fumo é uma enorme fonte de recursos para o governo. Números recentes mostram que, em 2015, a indústria gerou 1,1 trilhões de yuans (cerca de R$ 495 bilhões) — um aumento de 20% em relação ao ano anterior.

O órgão regulador do tabaco no país compartilha escritórios e funcionários com a corporação estatal que produz a mercadoria, que constitui quase um monopólio e é de longe o maior produtor de cigarros do mundo.

Em nota, o representante chinês na Organização Mundial da Saúde, Bernhard Schwartlander, afirmou que "a indústria do tabaco conseguiu tudo menos conter uma legislação nacional livre de tabaco".

"Principalmente porque a indústria do tabaco na China, que tem interesse em manter uma economia baseada na produção e uso do fumo, domina o aparato governamental destinado a reduzir o consumo de tabaco", afirmou.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2