Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Alta recente dos papéis da Souza Cruz é injustificável, afirma Pactual (22/2/2006)
ACTBR

 
InfoMoney

16:52 17/02

SÃO PAULO - A escalada recente dos papéis da Souza Cruz não se justifica.
Esta é a interpretação do Banco Pactual a respeito da valorização de mais de 20% das ações nos últimos sete pregões.

Segundo o banco carioca, a perspectiva de crescimento para a companhia não é favorável. Ademais, a distribuição de dividendos, anteriormente um diferencial para os títulos da Souza Cruz em bolsa, já não é mais tão vultuosa.

Papéis não são atrativos

Complementando o cenário, o Pactual afirma que o valuation da companhia não se mostra atrativo. Em níveis atuais, as ações da empresa negociam com uma razão Valor da Empresa sobre Ebitda (geração operacional de caixa) estimado para 2006 de 8,5x, o que é considerado alto quando comparado a seus pares internacionais.

Por fim, o banco não julga ser provável a concretização dos rumores envolvendo a compra do free-float da Souza Cruz pela BAT (British American Tobacco), fator possivelmente por trás da valorização recente das ações da empresa brasileira.

Dentro deste contexto, o Pactual reiterou a recomendação underperform para os papéis da Souza Cruz, com preço-alvo para dezembro de 2006 de R$ 34,00, inferior à atual cotação.
 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2