Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Fumantes morrem dez anos mais cedo, diz megapesquisa (22/6/2004)
ACTBR

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2004/06/040622_cigarromla.shtml


 
A mais longa pesquisa já feita sobre os efeitos do tabaco revela que, em média, os fumantes morrem dez anos antes dos não-fumantes.

O estudo também mostra que deixar de fumar em qualquer idade reduz o risco de morrer por causa de doenças ligadas ao tabagismo.

Os resultados estão sendo publicados no British Medical Journal, 50 anos depois que os resultados iniciais dessa mesma pesquisa confirmaram que fumar causa câncer de pulmão.

A pesquisa foi feita com 34.439 homens. Todos os pesquisados são médicos nascidos entre 1900 e 1930, que tiveram seus hábitos tabagistas monitorados desde 1951.

A pesquisa mostra que os riscos do tabagismo para a saúde são maiores do que se pensava inicialmente.

Desde que o estudo começou, o fumo matou 100 milhões de pessoas no mundo inteiro.

Entre metade e dois terços dos fumantes teriam morrido por causa desse hábito.

Essa foi a primeira vez que foi feita uma avaliação sobre os efeitos do cigarro durante a vida inteira das pessoas.

Uma das boas notícias da pesquisa é que deixar de fumar em qualquer idade pode aumentar a expectativa de vida. Deixar de fumar aos 30 anos, por exemplo, parece eliminar os danos provocados pelo hábito.

Há 50 anos, os resultados dessa pesquisa levaram muitas pessoas a deixar de fumar.

Os autores esperam que esses novos resultados tenham efeitos semelhantes, especialmente em países em desenvolvimento, onde o hábito de fumar vem aumentando

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2