Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Tabaco Zero discute a cultura do fumo no Brasil (3/3/2004)
André Souza

Fonte: www.sertaonews.com

Paulo Afonso - Tabaco Zero é um curso que tem como objetivo formar uma militância capacitada a discutir as questões ligadas a cultura do fumo no Brasil e no mundo, a abertura está programada para as 19:30 de hoje, no auditório da UNEB – Universidade Estadual da Bahia, no Campus VII, localizado em Paulo Afonso.
 O tema faz parte de um movimento mundial de discussões sobre os impactos do fumo na economia e nas políticas públicas de saúde, bem como a substituição da cultura do fumo, que esta ligada a estratégias internacionais de agro-negócios, por culturas que, além de um retorno financeiro, possam ser utilizadas como fonte de alimento. 
Em Paulo Afonso, o projeto vem sendo articulado por uma Ong local a AGENDHA, e conta com o apoio da Ong internacional REDH – Rede de Direitos Humanos, do INCA – Instituto Nacional do Câncer, da sociedade civil e Instituições como a UNEB, o curso segue sua programação na quinta, dia 03, e sexta-feira, dia 04 de março, das 8:00 as 12:00 e das 14:00 as 17:30.
Sempre foi notório o poder do "lobby" das empresas de fabricação de cigarros em muitos paises, para impedir qualquer atuação dos governos no combate ao fumo. O maior argumento dos fabricantes é de que qualquer medida de combate ao fumo teria como conseqüência a diminuição da produção de cigarros, o que acarretaria em desemprego e menor arrecadação de impostos. Porém, os gastos dos governos com políticas de saúde no tratamento das vitimas do tabaco suplantam o valor arrecadado com os impostos.
O Banco Mundial estima que o tratamento dos males decorrentes do uso do tabaco custem aos cofres públicos US$ 200 bilhões por ano - a metade desta soma, em países em desenvolvimento. No Brasil, segundo o Inca, ainda não é possível dizer com precisão quanto o governo brasileiro gasta com todas as doenças relacionadas ao tabagismo, pois o sistema de informações em saúde fornece apenas dados parciais. A estimativa anual de óbitos no País em decorrência do cigarro é de 200 mil pessoas (OPAS, 2002).
Para obter mais informações sobre o tema visite a página do INCA.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2