Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Rio Preto vai calcular idade do pulmão e tratar doenças (18/4/2008)
Fabiana Fregona

fonte: http://www.bomdiariopreto.com.br/index.asp?jbd=1&id=240&mat=126896

Rio Preto vai calcular idade do pulmão e tratar doenças

Pesquisa feita na Inglaterra revela que técnica ajuda a parar de fumar

Ayla Farias
Da Agência BOM DIA

Mostrar ao paciente a idade que o pulmão aparenta ter é a nova arma do IMC (Instituto de Moléstias Cardiovasculares) de Rio Preto para combater o tabagismo e tratar as doenças crônicas causadas pelo cigarro.

A técnica, importada da Inglaterra, compara o cálculo da idade pulmonar em relação à idade da pessoa que, segundo os médicos, faz efeito e influencia na decisão de parar de fumar.

O cálculo é feito por meio de uma fórmula que combina dados como a idade, peso, altura, quantidade de cigarros fumados ao dia e aos hábitos de vida do paciente.

Estes dados são tabulados com os resultados da espirometria, exame que avalia os fluxos pulmonares.

Estudos feitos com dois grupos na Inglaterra mostraram que apenas 6,4% dos que recebiam apenas o resultado da espirometria pararam de fumar.

No grupo que tinha o resultado do exame e também a idade pulmonar o índice era de 13,6%. “Os dois resultados combinados fazem efeito. Ao saberem a aparência do pulmão, a reação é outra. Isto é significativo e vamos passar a aplicar em nossos pacientes”, diz o pneumologista do IMC Egberto Palmegiani Jr.

A técnica começa a ser aplicada em maio. É aconselhada para fumantes com mais de 40 anos e que fumem há 20, combinada com a espirometria. “Antes disso o pulmão não dá muitos sinais de problemas como o efisema”, diz o médico.


Centro trata 150 pessoas ao mês
O IMC trata, por mês, 150 pacientes com doenças causadas pelo fumo. São pessoas que já estão doentes ou que buscam ajuda para tentar abandonar o vício.

O pneumologista Egberto Palmegiani Jr. afirma que a técnica pode trazer bons resultados nesses grupos.

“Muitas pessoas buscam ajuda para isso. Fazer o cálculo e dar um parâmetro da situação para o paciente, fugindo do exame convencional, ajuda muito”, diz.

Números do vício
A rede pública de saúde gasta cerca de R$ 300 milhões por ano em tratamentos de doenças relacionadas ao tabagismo.

No Brasil, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), morrem oito brasileiros por hora por causa do tabagismo. Ele é responsável por 30% das mortes por câncer, 90% por câncer de pulmão, 85% por doença pulmonar e 25% por doença cerebrovascular.
 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2