Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Saúde troca cigarro por suco em Corumbá (5/6/2006)
ACTBR

Fonte: http://www.msnoticias.com.br/?p=ler&id=192452

“Troque sua nicotina por uma vitamina”. É dessa forma que a Prefeitura de Corumbá, através da Secretaria de Saúde está atuando em vários pontos da cidade, durante toda esta quarta-feira, o Dia Mundial sem Tabaco. As atividades começaram logo cedo com pedágios em vários pontos, onde os integrantes da saúde pública estão efetuando a troca do cigarro por suco.

A campanha foi iniciada na segunda-feira e vai até o final de semana. Além dos pedágios, estão acontecendo palestras educativas nas escolas, distribuição de folhetos informativos e apresentação de peças teatrais. Toda a equipe da Secretaria de Saúde está envolvida na ação que acontece também nas unidades de saúde do município.

O secretário de Saúde, Hugo Costa Filho, lembra que a ação é uma forma de sensibilizar a população fumante e também os responsáveis pelas políticas sociais, em especial da área da saúde, sobre os malefícios causados pelo uso de produtos do tabaco.

As equipes dos Programas de Saúde da Família estão apresentando palestras educativas sobre a prevenção de doenças que podem ser provocadas pelo uso do tabaco. Estas atividades acontecem nas escolas próximas aos centros de saúde, com entregas de folhetos informativos.

Os pedágios acontecem nas regiões do centro e nos bairros Dom Bosco e Nova Corumbá. No local, além de folhetos, acontecerão as trocas de cigarros por frutas. A equipe do Núcleo de Saúde Bucal também faz palestras, enfocando os riscos das doenças relacionadas ao tabagismo na saúde bucal. Já a equipe do CCZ fará apresentação de peças teatrais.

Mortes - A campanha é a nível de Brasil. O tema este ano é “Tabaco: mortífero em qualquer forma ou disfarce” No Brasil, cerca de 200 mil pessoas morrem por ano devido ao tabagismo. Dados coletados em 16 capitais brasileiras entre 2002 e 2003 pelo Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), detalham o consumo de tabaco entre adultos e jovens.

A pesquisa mostra que o tabagismo no país tem apresentado tendência de queda. A Em 1989, o Rio de Janeiro apresentava índice de 30% de fumantes. Em 2002, a taxa caiu para 17%. Nesse mesmo período, Recife passou de 28% para 18% e o Distrito Federal, de 26% para 17%.

O inquérito aponta que o consumo de tabaco concentra-se nas capitais de regiões mais industrializadas e atinge, principalmente, a população de menor escolaridade e renda.

A maior prevalência de uso regular de cigarros foi encontrada em Porto Alegre (25,2%), seguida de Curitiba (21,5%), Belo Horizonte (20,4%) e São Paulo (19,9%). As menores prevalências são observadas em Aracaju (12,9%), Campo Grande (14,5%) e Natal (14,7%). De uma forma geral, as cidades mais urbanizadas apresentam maiores prevalências. A exceção é o Rio de Janeiro.

31/05/2006 - 10:00
 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2