Agenda
Artigos
Boletim
Campanhas
Enquetes
Notícias
Press Releases

 

 
 

 
Principal > Comunicação > Notícias

notícias

Semsa e Sesacre realizam atividades para combater uso do tabaco (2/6/2006)
ACTBR

Fonte: Página 20 online
Rio Branco - AC, 1 de junho de 2006

Rutemberg Crispim

As coordenações estadual e municipal de combate ao Tabagismo, realizaram na manhã de ontem uma série de atividades com o objetivo de informar a sociedade sobre os riscos que o tabaco traz à saúde das pessoas, bem como denunciar as estratégias dos fabricantes de cigarros para aumentar as vendas desses produtos.

As atividades fazem parte do dia internacional de combate ao fumo, celebrado todos os anos no dia 31 de maio. Para este 2006, o tema escolhido foi “Tabaco: mortal sob todas as formas e disfarces”, que visa alertar sobre a necessidade de criar regras mais rígidas para a fiscalização e comercialização do tabaco e seus derivados.

O tabagismo é considerado uma doença pela Organização Mundial de Saúde (OMS), responsável por cerca de 50 diferentes enfermidades, sendo a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Estima-se que, por ano, cinco milhões de pessoas morrem no mundo, em conseqüência de doenças relacionadas com o fumo. No Brasil, segundo as pesquisas, são mais de 200 mil mortes por ano.

Muito já se sabe sobre os danos causados pelo consumo de tabaco de maneira geral como, por exemplo, o ato de fumar cigarro, charuto, cachimbo ou cigarro de palha. Mas também merece atenção especial, práticas como aspirar e mascar tabaco, que apesar de serem menos freqüentes em nossa sociedade também são nocivas.

As pesquisas mostram que durante o período de consumo de um cigarro, por exemplo, podem estar sendo absorvidas pelo organismo mais de 4.700 substâncias tóxicas, incluindo nicotina (responsável pela dependência química), monóxido de carbono (o mesmo gás venenoso que sai dos escapamentos dos carros) e o alcatrão, que é composto por 48 substâncias com alta capacidade de causar câncer.

O fato de trazer malefícios não somente ao fumante propriamente dito, mas também àquelas pessoas que estão à sua volta, os chamados tabagistas passivos, reforça ainda mais a necessidade de se tomar medidas eficazes e até certo ponto radicais, por isso a importância de uma grande mobilização para diminuir o número de fumantes no Estado do Acre.

O que é o Dia Mundial sem Tabaco?

Os Estados Membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) criaram o Dia Mundial sem Tabaco em 1987 para atrair a atenção do mundo sobre a epidemia do tabagismo e sobre as doenças e mortes evitáveis a ele relacionadas.

Em 1988, a Assembléia Mundial de Saúde aprovou a resolução WHA42.19, determinando que a celebração do Dia Mundial sem Tabaco acontecesse, a cada ano, no dia 31 de maio. Desde então, anualmente, a OMS articula em todo o mundo a comemoração da data, definindo um tema correlato ao tabagismo, a ser abordado pelos 192 países membros. A finalidade é evidenciar as várias interfaces ou problemáticas do consumo de tabaco e, assim, engajar diferentes atores sociais no controle do tabagismo.

Para esse fim, são abordados diversos aspectos do tabagismo como os riscos para a saúde dos fumantes, dos não fumantes, a cessação do tabagismo, prejuízos para o meio ambiente, para a economia e demais áreas da vida social. Dessa forma, todos os Estados Membros da OMS desenvolvem atividades no mesmo período, abordando o mesmo tema, e fortalecendo, assim, a mensagem da OMS em todo o mundo – a necessidade do controle do tabagismo. Cada país adapta o tema escolhido pela OMS à sua realidade sócio-econômica e cultural, desde que focando sempre o tema central.

 
ACT | Aliança de Controle do Tabagismo
Rua Batataes, 602, cj 31, CEP 01423-010, São Paulo, SP | Tel/fax 11 3284-7778, 2548-5979
Av. N. Sa. Copacabana, 330/404, CEP 22020-001, Rio de Janeiro, RJ | Tel/fax 21 2255-0520, 2255-0630
actbr.org.br | act@actbr.org.br
FW2